Zeitune expõe nome de empresário e operador durante reunião da comissão que o investiga

 

A repentina presença do vice-prefeito Alexandre Zeitune (Rede) na reunião da Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Câmara dos Vereadores de Guarulhos, na manhã desta terça-feira, 10, deixou a sessão um tanto quanto conturbada. A manifestação do investigado foi concedida pelo presidente da comissão Marcelo Seminaldo (PT).

Com frequência, o vice pediu a palavra, junto do advogado que o representa, Leonardo Freire Pereira, ora para justificar as questões apontadas na defesa apresentada à Casa, que pedem arquivamento da CEI, ora para questionar alguns procedimentos adotados pela comissão. Seminaldo mostrou certa impaciência quando Zeitune, que também é advogado, passou a querer pronunciar-se a todo momento, alongando a sessão muito mais do que o previsto pelos edis.

Chamou a atenção, no entanto, a exposição dos nomes dos supostos participantes dos áudios que foram usados para abrir a investigação contra Zeitune por suposta extorsão. Segundo Zeitune, o operador realmente é Marcos Antonio Ferreira, que já foi convocado pelos vereadores para se pronunciar sobre o caso, e o empresário seria Paulo Zhu Xiao Yang. Disse ainda que o empresário esteve com ele durante viagem a Miami, ocasião em que se espalhou pelas redes sociais um vídeo que mostrava Zeitune em tour luxuosa, com direito a passeio de Lamborghini. O vice acredita veementemente que é vítima de um conluio.

Quando o vice quis esticar sua fala sobre os áudios, foi interrompido pelo vereador Eduardo Carneiro (PSB), relator da CEI, que alegou que o investigado estaria dando depoimento fora de seu tempo. A oitiva de Zeitune está marcada para segunda-feira, 16, às 9h. Ao que tudo indica, o vice-prefeito dará detalhes das conversas apresentadas nos áudios.