• No momento do plantio, opte por árvores de menor porte e evite as maiores  (espécies altas), como eucaliptos, palmeiras, ipês e similares, próximas ou embaixo da rede elétrica para que não as árvores não ofereçam riscos de interferência no fornecimento da energia;
  • O alerta vale também para as folhagens que podem ocultar a fiação. Elas são fator de risco, pois aumentam a probabilidade de contatos acidentais na rede, por exemplo, por crianças que brincam próximas da vegetação. Em zonas rurais, há ainda risco de incêndios com o tombamento de árvores sobre redes elétricas, ocasionado por reflorestamentos imprudentes;
  • Para realizar o plantio de árvores em área urbana é importante que a prefeitura do município seja acionada para a liberação ambiental. Além disso, em caso de necessidade, o trabalho de poda de vegetação em vias públicas deve ser solicitado pelo interessado ao órgão municipal;
  • Em relação à arborização próxima da rede elétrica, a manutenção é realizada pela EDP a partir de poda preventiva feita de forma contínua e reforçada no período que antecede o verão. Vale ressaltar que a qualquer momento, o consumidor pode solicitar o trabalho de poda à Distribuidora pelos canais de atendimento ao cliente.

O contato de galhos de árvores com a rede elétrica tem potencial para causar rompimento de fios, provocar acidentes com passantes e danificar equipamentos que dependem da eletricidade para funcionar.

Para orientação, esclarecimento de dúvidas, solicitações e denúncia de possíveis riscos com a rede elétrica, basta entrar em contato com a EDP por meio dos canais de atendimento, como a Agência Virtual, no www.edp.com.br,  a Central de Atendimento (0800 721 0123) e as agências presenciais da distribuidora.