A previdência…

[as ironias presentes nesse discurso não foram postas em negrito, pois isso não seria um destaque e sim uma recoloração.]

Aposentadoria é um luxo a mais…

ou

O vocalista dos Rolling Stones ainda canta e faz show…

Parece que imprevistos acontecem. De repente, as pessoas quebram um pé, pegam uma gripe, comem uma carne estranha, ficam zikadas. Também há aquelas que envelhecem. Que da noite para o dia se emputecem e não querem mais saber de fazer o que fazem. Ah! Ah! Faltou dizer… são aquelas que se aposentam…

FILHAS DA PUTA!

Quem concedeu, em sã consciência, o direito das pessoas se aposentarem? Quem foi o protagonista da vadiagem sexagenária, septagenária, octagenária? Lugar de gente direita é na cadeira do escritório, na boca do caixa do supermercado, na porta do carro do bacana, lhe enchendo o tanque de combustível. Quero saber quem foi o condenado que inventou a aposentadoria!

Em um dicionário qualquer – e não é qualquer coisa fazer um dicionário – a previdência seria condição daquilo que é previdente. Está relacionada àquilo que prevê, ou à busca por evitar previamente transtornos futuros. Medida de previdência é premonição, é mãe Diná, é TV Record na segunda-feira à tarde. Previdência é coisa séria.

Nesse sentido, nosso querido Datena seria um profeta previdente. Ele carrega a premonição do caos há anos em sua carreira de apresentador-de-chacinas. Ele é aquele cara grandalhão que usa relógios bonitos, ternos caros e grita o que o povão gosta de ouvir.

POVÃO QUE É POVÃO GOSTA DE VER DATENA?

Povão que é povão vai no discurso previdente. O nosso querido Datena já dita há décadas que a cidade está um caos. Que o Brasil vai parar! Tem outra previdente também… a Sonia Abrão. Prevê até o imprevisível. E a nossa querida rede globo não pode ficar fora das suas: lá o carteado come solto e eles conseguem ver mundos que ninguém vê. Hoje cedo tinha até escola pública integrando o diferente, sem gritos, sem bagunças, com todos os atores felizes da vida.

E daí voltamos à tal Previdência Social. Eu sei que tem muito prédio com esse nome. No mesmo dicionário qualquer que li sobre previdência, tinha lá que previdência social são instituições governamentais ou medidas que, em caso de velhice ou doença, buscam resguardar ou amparar o empregado e suas famílias. Leia direito: eu não quis dizer desguardar ou amputar o empregado de suas famílias. Dai o camarada ganha pensões ou aposentadorias…

É aí que mora a filha da putagem então… esses camaradas que se acidentam por exemplo. Esses caras tem dicionário em casa não tem? Se eu consegui entender o que é Previdência Social só numa sentada de cu na frente do computador, imagina o camarada que trabalha mesmo? Esse aí tá ligado das coisas. Esse entende as peças do jogo. Ele sabe que se adoecer recebe dinheiro, não sabe? É capaz até de ficar velho de propósito, o cusão!
E tem gente que não aplaude o governo, quando ele decide acabar com a aposentadoria? Quando ele diz que sexagenário é tudo filho da puta e tem mais é que trabalhar mesmo?

Isso é o dito e de resto, nada a temer.