Por Talita Ramos

Fotos banco de imagens

A quebra de padrões e liberdade de estilo tem ganhado cada vez mais espaço no mundo da moda. Derivando de propostas que incentivam o ‘seja você mesma’, o estilo básico retorna aos holofotes do universo fashion na forma do ‘normcore’, junção do normal com o hardcore (que significa levar determinado assunto ao extremo). “Esta nomenclatura é mais contemporânea. Tive acesso ao termo em meados do ano de 2014, porém é uma releitura dos anos 1990, que se tornou tendência em 2012 com o início da utilização desta linguagem pelos formadores de opinião. O normcore alcançou o mainstream na coleção passada da grife Chanel, que propôs um desfile em um supermercado com top models desfilando de tênis”, conta o coordenador da pós-graduação em Comunicação e Produção de Moda da Universidade Anhembi Morumbi, Otávio Lima.

Peças
Em suma, o estilo é composto por peças básicas como os clássicos: camiseta branca, calça jeans e tênis, mas também é possível identificar o normcore alternado em peças de alfaiataria e sportwear. Quem adere ao estilo normalmente não se preocupa em expor a marca que está usando, nem com o que a moda em si está ditando no momento.

Cores

O normcore é marcado por cores claras e frias. “Cores neutras como cinza e bege, contrapostas às cores mais vibrantes, que transitam pelo azul klein, magenta e verdes ‘mais vivos’, são as principais do estilo”, explica o coordenador.

Democrático
Assim como o estilo básico, por si só, o normcore é democrático, permitindo que qualquer pessoa possa usá-lo no dia a dia. “Atualmente todos podem usar o que sentirem que reflete a sua personalidade”, afirma Otávio. Basta ter o bom senso de usar o normcore em ambientes propícios a ele e aproveitar o estilo.

Além das roupas

510458627CO00002_Closing_Ni

Esse estilo está tão em alta, que algumas celebridades, como a atriz Emma Stone e a it-girl Olivia Palermo, passaram a adotar a moda para os cabelos, assumindo fios naturais com cortes leves, que facilitam o cuidado, como o long bob (chanel na altura dos ombros) e com cores monocromáticas, para dar o ar de naturalidade. Ainda esbarrando no tema da beleza, o normcore também deixou marcas no mundo da maquiagem. O ‘make nada’, que cria o efeito de um rosto completamente natural, também está em alta sendo uma ótima opção para quem quer contrastar com um visual mais elaborado ou para quem apenas quer parecer que acordou perfeita.