Adeus, gordura

Para quem não aguenta mais aquela gordurinha localizada que não sai nem com exercício ou dieta, o tratamento de criolipólise, associado ao método Priscila Palazzo (técnica de associações), pode ser a solução. Para quem não conhece, a criolipólise consiste em combater a gordura localizada por meio de congelamento. “É uma técnica não invasiva e mais eficaz no combate à gordura localizada, pois é o único tratamento em que conseguimos a apoptose (morte) celular da gordura”, explica a fisioterapeuta dermato-funcional Deise Vinha, da Dolce Vitta Estética e Spa Urbano, primeira a trazer à cidade a técnica com o método Priscila Palazzo. Segundo ela, uma vez que as células são congeladas, elas são cristalizadas, o que faz o corpo entender que tais células não têm mais função no organismo, e isso gera uma reação inflamatória que resulta na eliminação das células de gordura por fagocitose, excretadas pelas fezes.

21.05.2015_RAComo é feito?
A técnica, que só pode ser feita por profissionais, conta com o uso de um equipamento próprio. “Utilizamos uma manta específica para proteger a pele do gelo. Em seguida, o equipamento, por meio de um sistema de vácuo, suga a gordura para dentro do cabeçote, fazendo uma prega cutânea que será congelada no período de 45 a 60 minutos, em torno de -5°C a -11°C, dependendo da quantidade de gordura que tiver no local, que é medida por meio de um adipômetro”, conta Deise. Para atingir um resultado mais rápido, a fisioterapeuta ainda conta com a técnica de associações do método Priscila Palazzo, que permite ver resultados já no primeiro dia. Mas, de modo geral, os resultados mais significativos podem ser verificados no período de 15 dias, sendo que os resultados finais aparecem após 90 dias de tratamento.
A criolipólise é realizada apenas uma vez em cada região, sendo que após o procedimento é necessário fazer 10 sessões de pós-crio, uma vez por semana, para otimização dos resultados. O tratamento pode ser repetido no mesmo local após três meses do tratamento. Pessoas que fazem o uso de corticoides, anti-inflamatórios, que sejam gestantes, tenham alergias ou doenças associadas ao frio, intolerância ao gelo, neoplasias, diabéticos descompensados, pessoas com lesões na pele no local da aplicação, com quadros graves de flacidez, doenças raras como crioglobulinemia paroxística ao frio, hemoglobinúria, urticária ao frio ou doenças autoimunes não podem se submeter ao tratamento.

Dolce Vitta
Rua Josephina Mandotti, 106,
Jardim Maia
2408-3255

Facebook: www.facebook.com/dolcevittaestetica
Instagram: @dolcevittaestetica
#métodopriscilapalazzo