Águas-vivas deixam mais de 60 atletas feridos durante prova em Bertioga

Dezenas de nadadores tiveram que ser retirados do mar às pressas após serem queimados por águas-vivas durante 49ª edição da Maratona Aquática 14 Bis em Bertioga, no litoral de São Paulo. A prova é considerada a maior e mais tradicional do estilo em todo o Brasil. A competição existe há 40 anos e envolve nadadores brasileiros e estrangeiros. Segundo a Base Aérea de Santos, que organizou a prova, mais de 60 pessoas ficaram feridas. Dezenas de atletas precisaram ser retirados do mar por causa das queimaduras, enquanto outros desistiram da competição para evitar o contato com o animal.

A competição contou com um percurso de 24 km. A largada foi da Praia da Enseada, em Bertioga, ao lado do Forte São João, às 8h, e a chegada aconteceu na rampa de acesso do Núcleo da Base Aérea de Santos (Nubast), em Guarujá. Segundo a organização do evento, 247 atletas estavam inscritos.

Fonte: G1