Apesar da engenhosidade de traficantes, PF apreende 67 kg de cocaína no Aeroporto

A Polícia Federal, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, apreendeu entre os dias 18 e 21/4, em ações distintas, mais de 70 quilos de drogas e prendeu cinco passageiros de voos internacionais com drogas nas bagagens.

As prisões ocorreram em cinco ações distintas onde policiais federais prenderam três homens e duas mulheres por tráfico internacional de drogas.

Na sexta-feira (19), funcionários que operavam os aparelhos de raio-x haviam identificado material suspeito no interior de uma bagagem despachada e acionaram os policiais federais. O proprietário da mala, um homem, nacional da Tanzânia, foi detido no portão de embarque e conduzido à sede policial para acompanhar a realização da perícia em seus pertences. No interior de duas mochilas, que estavam dentro da mala do passageiro, foram encontrados quatro pacotes contendo mais de sete quilos de cocaína.

Outras duas prisões ocorreram no sábado (20). Um passageiro, nacional da Ucrânia, que viajaria com destino a Beirute, no Líbano, despachou uma mala com 9 Kg de cocaína na forma de tijolos. A droga foi descoberta quando a bagagem foi analisada nas esteiras e o equipamento revelou o conteúdo suspeito. O passageiro foi localizado pelos policiais e preso após os exames periciais identificarem a substância como cocaína. Em outra ação, uma brasileira tentou passar pelo controle migratório com 70 cápsulas contendo cocaína ocultas dentro de uma espécie de cinta abdominal. A mulher pretendia levar a droga, cerca de um quilo, para a Grécia.

No domingo (21), ocorreram duas prisões de passageiros que tinham o mesmo destino, Adis Abeba, na Etiópia. Com uma mulher, nacional da Venezuela, foram apreendidos quase três quilos de cocaína que estavam dentro dos forros de uma maleta de mão. Um homem, nacional da África do Sul, ocultava dois volumes contendo quase três quilos de cocaína em fundos falsos de uma mochila.

Cerca de 45 quilos de drogas, 42 de cocaína e 3 de maconha, foram encontrados dentro de cargas de castanha do Pará e mantas, cujos destinos eram Portugal e Paraíba. Outros três quilos de cocaína estavam dentro de uma mala que seguiria para a França e que foi abandonada pelo passageiro.

Os presos serão conduzidos aos presídios estaduais onde permanecerão à disposição da Justiça.