Avanço de galhos de árvores em escola atrapalha ir e vir de pedestres na calçada

Falta de pode nas árvores da Escola Valdivino atrapalha pedestres na calçada - Foto: Carla Santana/VC Repórter
Pedestres reclamam que na calçada da Escola Valdivino de Castro Pereira, localizado na av. Tiradentes, 448, na Vila Flórida, têm árvores cujos galhos tomam o quarteirão inteiro. Segundo Carla Santana, moradora do Paraíso, atualmente está “sem condições de andar pela calçada”, e, em dias de chuva, como o de hoje, fica muito pior. “Todos os dias levo meu filho, que estuda ao lado, na Escola Marconi, e tenho que andar abaixada, para não ter que caminhar na rua com ele. Acho absurdo a direção da escola não fiscalizar e não cobrar tomar providencias”, reclama ela.

Os galhos das árvores já estão alcançando o ponto de ônibus e nos dias de ventania encostam na fiação elétrica. Há depoimentos de pessoas que no último temporal em Guarulhos saíram correndo para o lado oposto da avenida, pois havia muitas faíscas e os  alunos deixaram o ponto de ônibus assustados.

Resposta Prefeitura

Em nota, a Prefeitura respondeu que “como as árvores mencionadas na demanda estão dentro da área da escola, cabe à direção da mesma fazer a solicitação de vistoria para poda junto à Sema ou à EDP, devido à proximidade com a rede de energia elétrica. Caso tal solicitação já tenha sido feita, solicitamos o número do protocolo para verificarmos o andamento da mesma.”
 
Resposta EDP
A EDP informou que “encaminhará equipe ao local para realizar inspeção técnica e adotar as medidas necessárias quanto à vegetação que impacta a rede elétrica.”
 
Poda
A EDP informou nesta segunda-feira, 18, que “realizou a poda da vegetação que impacta a rede elétrica local.”