Avog Voleibol promoveu evento em escola do Cabuçu

No sábado, 17, o projeto “PELA” Quebrada (Pela é uma sigla que significa Periferia, Esporte, Lazer e Arte), idealizado pelo professor Luiz Carlos Silva, mais conhecido como “Luiz da Avog”, levou cerca de duas mil pessoas até a E.E Maria Helena, no bairro do Cabuçu, com diversas atividades.

As crianças e jovens participaram de gincanas, atividades lúdicas, capoeira, futsal masculino e feminino e pingue-pongue, com distribuição de troféus e lanches para todos. Os pais que compareceram também puderam ser orientados por advogados e psicólogos que fizeram plantão psicossocial nas salas.

Estiveram presentes o chefe de Gabinete do secretário de Esporte do Estado de São Paulo, Jefferson Nogoseki de Oliveira, e a empresária Francislene Corrêa, que enalteceu a importância do trabalho social que a Avog faz na cidade.


Segundo Luiz da Avog, o projeto foi pensado em 2017, quando conversava com um amigo em uma praça do Jardim Vila Galvão, sobre desenvolver atividades para a juventude da periferia de Guarulhos. “A partir daquele conversa, a ideia foi maturando e neste sábado conseguimos colocar em prática e foi um sucesso”, comentou.


A escola estadual recebeu do projeto materiais esportivos para serem utilizados pelos alunos: oito bolas (futsal, vôlei, handebol e futebol de campo), medalhas, uniforme de jogo, raquetes e bolas de pingue-pongue). A Igreja Batista, que colaborou na realização do evento, fez cadastro de todas as pessoas atendidas.