Banda guarulhense João Perreka e os Alambiques participa de coletânea em comemoração aos 25 anos do Pato Fu

Em comemoração aos 25 anos da banda Pato Fu, Rafael Chioccarello (Hits Perdidos) e João Pedro Ramos (Crush em Hi-Fi) se reuniram em mais uma parceria e criaram o tributo “O Mundo Ainda Não Está Pronto”, que reuniu 30 artistas do cenário independente nacional, entre eles, a banda guarulhense João Perreka e os Alambiques, de sonoridade brasileira contemporânea.

“Foi demais receber este convite, pois já fui em muitos shows da banda quando era adolescente, nos tempos em que a Mix Fm e a 89 faziam os roles nas praças por aí, inclusive no Sesc Itaquera”, conta o compositor e vocalista da banda João Perreka, entusiasmado. “A gente foi convidado pelo pessoal do site, que são amigos meus. Amigos de estrada, que a gente vai encontrando no mundo da música”, revela.

A coletânea, que leva o nome da décima faixa do primeiro disco do Pato Fu – Rotomusic de Liquidificapum, lançado em 1993 – , é dividida em dois discos, que podem ser ouvidos no fim desta matéria. Todos os artistas que participaram tiveram liberdade para fazer sua versão da música. “Ainda no nosso caso, um dos produtores do projeto, Rafael Lopez, nos convidou querendo que fizéssemos a música Pinga, por conta do nome de nossa banda, que tem os ‘Alambiques'”, conta Perreka, que além disso tem o “Corote Sonoro” como slogan.

Lançada pelo Pato Fu em 1996, no disco Tem Mas Acabou,  Pinga ganhou releitura bem diferente: “Nós fomos para o estúdio do Alex [Machado], Invoke Records. E eu aqui em casa, com o violão, fiz alguma coisa de base. Levei algo meio samba, meio Raça Negra. Remetendo aos sambas e pagodes dos anos 90. Também colocamos uma influência dos teclados dos primeiros discos do Mombojó e para a crescente da música a gente foi pra um reggae”, contou Perreka sobre o processo que levou dois meses.

Foto: Gabriel Delgado

Desta gravação participaram os Alambiques: Thiago Resta (bateria), Brunão Sinnhofer (baixo), que voltou à banda após 1 ano de hiato, Dix Tavares (teclado) e Will Carbônica (guitarra), além das participações especiais de Marcio Honorato (violão), Willians Bispo (violão dobra), André Leão (pandeiro), da banda Pedra Roxa; e Cris Araujo (backing vocal e percussão), da Luneta Vinil. “O massa foi que saiu ontem e a Fernanda Takai já falou no Twitter. Já ouviram, compartilharam na própria página do Pato Fu. E, assim, é importante pra cena de Guarulhos saber que tem artista fazendo coisas, mesmo não tendo os valores que deveríamos ter na nossa cidade”, finaliza o vocalista e arrastador cultural João Perreka.

Pinga pode ser ouvida no Disco 1 da coletânea. É a quarta música. Aproveite para conhecer o trabalho autoral de João Perreka e os Alambiques e das outras 29 bandas que participaram do tributo: Antiprisma (São Paulo/SP), Berg Menezes (De Recife/PE – mas morando em Fortaleza/CE), Capotes Pretos na Terra Marfim (Fortaleza/CE), Der Baum (Santo André/SP) , Djamblê (Limeira/SP), Eden (Salvador/BA – mas morando em São Paulo), Dum Brothers (São Paulo/SP), Estranhos Românticos (Rio de Janeiro/RJ), Felappi e Marcelo Callado (Rio de Janeiro/RJ), Floreosso (São Paulo/SP), Gabriel Coelho e Renan Devoll (São Bernardo do Campo/SP), Gilber T e os Latinos Dançantes (Rio de Janeiro/RJ), Horror Deluxe (De Pouso Alegre (MG) – mas morando em Taubaté/SP), Lucas Adon (São Paulo/SP), Lerina (Santo André/SP), Mel Azul (São Paulo/SP), Molodoys (São Paulo/SP), Paula Cavalciuk (Sorocaba/SP), Pedroluts (São Paulo/SP), Serapicos (São Paulo/SP), Silvia Sant’anna (São Paulo/SP), Subcelebs (Fortaleza/CE), The Cabin Fever Club (São Paulo/SP), The Outs (Rio de Janeiro/RJ), Theuzitz (Jandira/SP), TucA e Thaís Sanches (Campina Grande/PB – mas morando em Belo Horizonte/MG), Valciãn Calixto (Teresina/PI), Venus Café (de Volta Redonda/RJ – mas morando no Rio de Janeiro/RJ)Yannick com Camila Brumatti (São Paulo/SP).

Ouça os discos abaixo! A arte da capa, inspirada nos robôs gigantes do clipe de “Made In Japan”, foi feita pelo designer Pedro Gesualdi, que também é músico e atualmente toca nas bandas DERCY, Japanese Bondage e Danger City. Boa audição!