Bolsonaro desabafa sobre reportagem que envolve a avó de Michele

Falando a jornalistas, o presidente Jair Bolsonaro desabafou a respeito de reportagem que abordou o passado da avó de sua esposa, Michele.

Ele admitiu ser verdadeiro o teor da matéria, segundo a qual a idosa foi condenada por tráfico de drogas e presa, cerca de 20 anos atrás. “Pra quê serve isso, qual a utilidade de uma notícia dessas para a vida das pessoas?”, indagou.

Sobre o fato de a avó de Michele ter sido vista aguardando em uma maca atendimento em um hospital do SUS – Sistema Único de Saúde, disse ser verdade e que não irá usar de seu cargo para ligar ao diretor de um hospital do SUS para pedir tratamento diferenciado a alguém de sua família.

Citando as eleições na Argentina, nas quais o presidente Maurício Macri, eleito em 2015, é candidato à reeleição e tem como principal oposicionista o peronista Alberto Fernández, que tem como vice a ex-presidente Cristina Kirchner, Bolsonaro citou que os argentinos correm o risco de levar o país a ser uma nova Venezuela, como retrato do pior que poderia acontecer com o Brasil, se o petista Fernando Haddad tivesse vencido as eleições. Mencionou prostituição infantil de venezuelanas no estado de Roraima e, desculpando-se com as repórteres presentes, perguntou se é um país assim, no qual jovens e idosas precisam se prostituir, que elas desejam para o Brasil.

Segue link do vídeo, veiculado nas redes sociais: