Cadê as luzes do Natal?

O Natal está chegando e um costume muito belo de quase todos os brasileiros é de gastar algum tempo enfeitando sua casa com pisca-pisca, árvore de natal e Papai Noel. Junto com essa tradição, o amor, a paz e a fraternidade é desejada por todos, onde é demonstrado através dos carinhosos abraços e palavras felicitas para o próximo, seja ele conhecido ou não.

Infelizmente, em 2015, não podemos dizer que isso se repete com ênfase. Ao trafegar pelas ruas de Guarulhos, pouco se vê dessa tradição. Cadê a luz do Natal? Os enfeites estão pobres, e os mesmos sentimentos que permeavam os corações em tempos de outrora, parecem flutuar nos sentimentos e interesses próprios.

Poucas luzes espalhadas, uma hora aqui, outra ali. Nada demais. Apenas alguns piscas-piscas para não passar em branco. É triste.

O sentido original do natal, a comemoração do nascimento do ícone do cristianismo, para muitos já se foi. A confraternização e o encanto dos dias que antecediam a data tão esperada, na qual reúnam-se famílias e amigos até terá, mas será que a emoção ainda é a mesma? Ou será apenas mais uma reunião?

Infelizmente, a famosa mágica do Natal está se perdendo.