Cavalgada dos Romeiros da Festa de Nossa Senhora do Bonsucesso acontece neste domingo, 25

Iniciativa da Associação dos Cavaleiros de Guarulhos (ACG) conta com apoio da Prefeitura - Foto: Divulgação

A Cavalgada dos Romeiros na 278ª Festa em Louvor à Nossa Senhora do Bonsucesso, uma dentre as inúmeras tradições em celebração à padroeira, acontece neste domingo, 25, com saída da avenida Camacam, na Cidade Seródio, às 8h, e destino ao Rancho dos Romeiros, em Bonsucesso.

Protetores de animais da cidade são críticos à Cavalgada, pois entendem que embora haja a tradição de quase 300 anos, avaliam que na época em que fora instituída não se tinha a mesma consciência que se tem atualmente sobre maus-tratos, como sobrecarregar e cansar os cavalos no trajeto de longos percursos. O uso de esporas também é condenado pelos protetores, que prometem fiscalizar.

Já a Prefeitura de Guarulhos, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e do Departamento de Proteção Animal (DPAN), afirma que garante o bem-estar dos animais que participam da Cavalgada, inclusive com a presença de veterinários.

Iniciativa da Associação dos Cavaleiros de Guarulhos (ACG) e que conta com o apoio da Prefeitura, a Cavalgada é uma dentre as mais antigas tradições da festa, tão significativa, cultural e simbólica quanto o ato de reunir devotos em louvor e oração ou de juntar violeiros, violas e suas cantigas caipiras.

Em um trajeto de pouco mais de dez quilômetros, os cerca de 60 animais que participam da Cavalgada são amplamente atendidos e monitorados por veterinários da ACG. Durante todo o percurso, os animais contam também com alimentação e hidratação adequadas.

Além de toda a parte organizacional que envolve os cavaleiros, a Secretaria de Meio Ambiente e o DPAN atuam na fiscalização da documentação necessária para participação dos animais na Cavalgada, que tem a carteira de vacinação como pré-requisito essencial e sem a qual não é possível participar. A fiscalização da documentação visa a assegurar a participação de animais imunizados e garantir a proteção e o bem-estar deles.

Para a diretora do DPAN, Andréa Viegart, a fiscalização é indispensável para garantir que os animais participantes estejam saudáveis e bem cuidados. “Esta é uma festa muito importante no calendário cultural de nossa cidade e atrai romeiros de regiões como Arujá, Santa Isabel, Igaratá, Nazaré Paulista, Mogi das Cruzes, Itaquaquecetuba, entre outras, por isso o bem-estar dos cavalos é nossa prioridade e contamos com a Associação dos Cavaleiros de Guarulhos para garantir que só participem da cavalgada animais cadastrados, devidamente vacinados e com documentação em dia”, pontuou.

Leonardo Augusto Soares Andrade, presidente da Associação dos Cavaleiros de Guarulhos, explica que existe uma relação intrínseca entre a Cavalgada e o Rancho dos Romeiros. “A Cavalgada é uma tradição que se estende há quase 300 anos, um evento que reúne pessoas de todos os lugares e que encontra no Rancho dos Romeiros um local privilegiado de perpetuação dessa tradição, uma relação muito próxima e orgânica entre um e outro, que deve ser mantida e cultivada para as outras gerações”.

*Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Guarulhos