Cemitério abre Finados dia 1° com musical noturno e imagens poéticas no céu

O Cemitério Primaveras inicia na noite desta quinta-feira as celebrações pelo Dia de Finados.

Pela primeira vez, a companhia de teatro Banda Mirim irá apresentar-se em um cemitério. E à noite. O evento está previsto para as 20h30.

Com o tema “Gratidão é a Memória do Coração”, o Grupo Primaveras, de Guarulhos, promoverá na sexta, dia 2, uma revoada de balões brancos biodegradáveis, com poesias e mensagens escritas pelos visitantes e enviadas aos céus. Eles também participarão de jogos que ajudam no enfrentamento das perdas e de oficinas com psicólogos especializados. Além disso, familiares e fãs dos Mamonas Assassinas levarão a antiga Brasília Amarela para homenagear os integrantes do saudoso grupo, cujas sepulturas estão no Primaveras.

O dramaturgo e diretor do espetáculo musical, Marcelo Romagnoli, disse que os artistas da Banda Mirim se surpreenderam com a proposta de levar o musical ao Primaveras. “Mais do que o espaço é a experiência. Será a primeira vez que vamos fazer uma peça em um cemitério. E que ótima oportunidade! O teatro e a música podem sempre ser acalanto”.

No dia 2, Finados, o Primaveras espera receber pelos menos 20 mil pessoas. E entre elas, às 11h, também fãs dos integrantes da banda Mamonas Assassinas, que morreram em um acidente aéreo no dia 2 de março de 1996. O pai do vocalista Dinho, Hildebrando Alves, e o sobrinho Jorge Santana levarão a Brasília Amarela de Dinho “como uma forma de retribuir o carinho e homenagens dos fãs”.

O luto infantil

As crianças também terão um espaço especial neste Finados. Durante a realização de missas, de manhã e à tarde nos cemitérios do Grupo Primaveras, serão montadas oficinas infantis sobre a vivência do luto.
Uma equipe de psicólogas reunirá crianças e propor dinâmicas para a elaboração do luto, mediante autorização dos pais. As atividades passam pela criação de mensagens escritas, desenhos, apresentação de trechos de filmes ou documentários que estimulem a reflexão, o diálogo e a compreensão da perda.

“Não se trata de recreação, mas de uma forma de construção do entendimento sobre a perda. Nós, como sociedade, negligenciamos muito o luto infantil. Vira uma confusão nas cabecinhas delas, que precisam de ferramentas para entender como expressar e lidar com essa lacuna”, pondera a CEO do Grupo Primaveras, Gisela Adissi (foto), que também é a presidente do Sindicato dos Cemitérios e Crematórios Particulares do Brasil.

Pesquisa sobre a morte

Uma pesquisa de opinião lançada recentemente pelo Sindicato dos Cemitérios e Crematórios Particulares do Brasil (Sincep) mostra que a maioria dos brasileiros associa a morte a sentimentos negativos, como dor e tristeza. Por isto elas evitam o assunto: 73% dos entrevistados disseram tratar a morte como um tabu.A pesquisa mostra também que as pessoas passam cada vez menos tempo em velórios e enterros. As cerimônias de despedidas, que antes eram feitas por até 24 horas, ficaram no passado. Hoje a média do ritual é de 6h32 minutos. “Há uma negação da morte, da celebração à memória dos que já partiram. E por que não refletir sobre a morte e sobre o luto, falando sobre vida?”, propõe Gisela Adissi.

Programação do Primaveras nos dias 1 e 2:

01 de novembro, Dia de Todos os Santos, quinta-feira

20h Celebração Religiosa
20h30- Teatro Musical
Tenda Cemitério Primaveras I – Avenida Otávio Braga de Mesquita,
3535- Taboão- Guarulhos.

A Banda Mirim apresenta espetáculo versão pocket de seu nono musical “Buda- Em Busca da Luz”, que mistura elementos de várias tradições para contar a história do jovem príncipe Sidarta Gautama.
Com direção de Marcelo Romagnoli e direção musical de Tata Fernandes, o espetáculo inspira amor e transpira uma reflexão sobre a humanidade. Contracenam 11 artistas que também tocam cerca de 30 instrumentos diferentes.
Coletivo de 12 artistas, a Banda Mirim vem se destacando, desde 2004, no cenário nacional de espetáculos para crianças e jovens, com musicais combinando linguagens de teatro, música e circo. Em 2014, conquistou o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte – APCA- Categoria Infantil e Prêmio Governador do Estado de São Paulo para a Cultura.

02 de novembro, Finados, sexta-feira. No Primaveras I –
Avenida Otávio Braga de Mesquita, 3535- Taboão- Guarulhos.
10h Missa
11h Oficina Infantil
11h Mamonas Assassinas Memória
O pai de Dinho, vocalista dos Mamonas Assassinas, Hildebrando Alves, e o sobrinho dele Jorge Santana, responsável por alguns projetos da banda, estarão no Cemitério Primaveras com a icônica Brasília Amarela, hoje relíquia da família, para conversar e retribuir o carinho e homenagens de fãs que há 22 anos visitam o Primaveras. Os Mamonas têm caixas de memória nas lápides, onde fãs podem guardar lembranças. As caixas de memórias têm QR Codes para acesso às páginas onde são registradas também homenagens virtuais.

15h Rodada do Jogo da Vida
16h Missa
17h Cerimônia dos Balões

02 de novembro, Finados, sexta-feira. No Primaveras 2 – Avenida Silvestre Pires de Freitas, 1579- Jardim Paraíso-
Guarulhos.
11h Missa
11h Oficina Infantil
12h Cerimônia dos balões
14h Rodada do Jogo da Vida
15h Missa
16h Cerimônia dos balões