Chegou o dia do Enem. Faça as provas sem estresse

Sendo o Enem um exame nacional e amplamente concorrido, porque de seu resultado pode depender o futuro do estudante, a ansiedade pode atrapalhar o mais preparado candidato no momento da prova.
Em Guarulhos, estão inscritos 38.180 candidatos, que prestarão as provas em 33 escolas.
Na véspera do exame, o professor Daniel Trindade, do curso Objetivo Guarulhos, preparou algumas dicas para os candidatos passarem de forma mais tranquila por esse desafio.

Ao fazer as provas:

• Não se esqueça dos itens básicos, sem os quais não é possível prestar o exame: RG, caneta esferográfica preta transparente e ficha de inscrição;

• Chegue ao local de prova antes do horário estabelecido. Os portões são fechados exatamente às 13h, seguindo o horário de Brasília; a organização não aceita atrasos;

• Leve apenas o necessário para o seu bem-estar, como água e barras de cereais para recuperar as energias durante a prova;

• Não se desespere no momento que receber a prova: comece pelas questões de matérias mais confortáveis para você.

• Reserve pelo menos 30 minutos finais para completar o cartão-resposta, já que no momento que o relógio indicar o fim da prova, as respostas já devem estar no cartão;

• Dedique tempo adequado para a redação: ela exige concentração e boa desenvoltura; o ideal é separar pelo menos uma hora para desenvolver o texto.
Siga essas dicas e boa prova!

Nesta sexta-feira:

• Não estude matérias novas na última hora: o momento é de revisão e confiança no conteúdo que estudou durante o ano;
• Visite o local da prova antecipadamente, para criar familiaridade com a região e optar pelo melhor caminho, evitando o risco de se perder e, consequentemente, chegar atrasado.
• Alimente-se bem: evite estimulantes – como café e guaraná – ou calmantes, pois tanto um quanto outro podem prejudicar a concentração no momento de prova;
• Durma bem! Ter pelo menos oito horas de sono é primordial para o descanso da mente.

Cuidado com o “internetês” na redação do Enem

Ao usar as redes sociais, muitas pessoas adquirirem hábitos que podem prejudicá-las ao elaborar a redação nos vestibulares.
Jamais devem ser usadas abreviaturas como “tb”, significando também; “pq” em lugar de porque e, pior ainda, “sqn”, o famigerado “só que não”.
Outro erro grave é escrever “mais” onde deve ser “mas”. Exemplo: “Eu queria escrever certo, mas escrevi errado”. A palavra “mais” significa quantidade: “Se eu me preparar, terei mais chances de passar no vestibular”.
O professor Daniel Trindade acrescenta o equívoco de grafar o verbo no futuro quando se pretende citar um fato passado: “Muitos episódios aconteceram em minha infância” é o correto e não “acontecerão”. O inverso também é um erro comum: o estudante quer referir-se ao futuro e aplica o termo no passado: “Neste ano muitas surpresas ainda ocorreram”, quando quis dizer “ocorrerão”.
Muita gente confunde como usar os demonstrativos “o qual, a qual, do qual, da qual, no qual e na qual”. Veja exemplos de como usá-los corretamente: “Procuro ser como meu tio, o qual sempre cultivou boas amizades”; “Estudei no Colégio Estadual Anne Frank, do qual guardo ótimas lembranças”; “Visitei a igreja na qual me casei”.
Outra dica: o verbo transitar indica movimento. Portanto, há trânsito quando os carros trafegam sem problemas. Quando está tudo parado, o correto é dizer que “há muito congestionamento”, não que “está tendo muito trânsito”.