Por Talita Ramos

Fotos banco de imagens.

shirt-dress-street-style-17

Se você se considera uma mulher versátil e procura uma peça de roupa que irá te acompanhar tanto naquela reunião de negócios importante, quanto numa festa ou na happy hour, a chemise será um curinga, já que é o meio termo entre uma camisa e um vestido, permitindo compor um look tanto elegante quanto despojado. “O termo tem dois significados diferentes. Chemise, em inglês, designa roupa de baixo e é frequentemente associada a blusinhas do tipo segunda pele. Já em francês significa camisa e é este o uso que temos da palavra no Brasil, onde chemise é uma camisa longa, ou melhor, uma camisa-vestido”, explica a professora e consultora de moda e imagem, Flávia Piña.

Para as quatro estações

Segundo a consultora, as chemises podem ser usadas durante o ano inteiro, basta variar no tipo de tecido para se proteger do frio ou para não passar calor. “A chemise pode ser feita em diversos materiais, mas o mais comum é encontrá-la em algodão ou sarja. A peça é excelente para todas as estações”, afirma Flávia.
Durante o Verão a dica é investir na peça feita em linho ou algodão leve, enquanto no Outono o ideal é usar a chemise com meia calça e bota. Em relação à estamparia, para o calor é possível encontrar a peça trabalhada em estampas florais e abstratas, enquanto no frio o xadrez é quem mais aparece.

Quem pode usar e onde?
As chemises além de versáteis são democráticas, pois ficam bem em qualquer pessoa. “Os principais cuidados se dão com relação ao tamanho, tecido e comprimento. As chemises feitas em linho ou algodão muito fininhos são ideais para a praia. Enquanto para a cidade, o ideal são os modelos em algodão mais grosso, sarja, ou em seda. A peça pode ser usada nas mais variadas ocasiões. O que definirá se ela está apropriada para determinada situação ou não é sempre o tecido e o corte da peça. Modelos mais sofisticados em tons neutros são ótimos para trabalho, por exemplo”, explica a consultora.
Em relação ao caimento, o ideal é que as chemises não fiquem muito justas. Flávia também alerta sobre a questão do comprimento, já que quando usadas como camisas alongadas, a barra pode subir consideravelmente durante os movimentos de quem a usa, mostrando mais do que deveria, o que não é a proposta.

Montando o look

40321359135021474_ClMVRqt2_c
Para compor um look bacana usando a peça o ideal é combina-la a acessórios.
“Minhas principais dicas são: deixe de lado a faixa que veio na peça, troque por um cinto bacana. O look ganha mais personalidade. Use salto alto para sofisticar. Se for para um ambiente mais formal, um scarpin cai muito bem. Já se a ocasião for informal, uma sandália anabela com salto de corda (espadrille) pode deixar o look mais charmoso. Acredite que todas as peças do seu armário reservam inúmeras possibilidades de combinações. Troque os acessórios e tudo muda. Sobreponha com um blazer e meia calça e voilà! Ou seja, exceto no caso das chemises saída-de-praia, é possível transformar a peça com apenas alguns toques”, finaliza Flávia.

Flávia Piña Consultoria de Imagem
www.flaviapina.com.br.