Ciclista reivindica espaço para pedalar na Estrada Velha Guarulhos-São Miguel

Caminhão ultrapassa ônibus na estrada Velha Guarulhos São Miguel - Foto enviada por internauta - VC Repórter/Click

Uma ciclista, moradora no Parque Uirapuru, na Vila Nova Cumbica, que costuma utilizar a Estrada Velha Guarulhos-São Miguel para pedalar, reclama da velocidade com que os veículos trafegam pela via, principalmente caminhões, e também da precariedade das calçadas em alguns trechos do caminho. Essa estrada, que tem aproximadamente cinco quilômetros de extensão, faz a ligação da rodovia Ayrton Senna (no trecho que cruza o bairro dos Pimentas) até o acesso à Via Dutra, na altura do km 215, sentido Rio de Janeiro.

Segundo ela, várias pessoas fazem caminhada e andam de bicicleta neste trecho. Porém, “como não há ciclovia ou espaço adequado, elas correm riscos praticando essas atividades por ali”, alertou. A ciclista solicita a instalação de radares ou mais lombadas, “pois os que existem não são suficientes. Os carros e caminhões trafegam em alta velocidade, as pessoas até caminham pelas precárias calçadas, mas quem utiliza ‘bike’, como eu, é obrigada a dividir espaço com carros, o que é muito perigoso”, argumentou.

A Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana (STMU) informa que “estão sendo elaborados estudos para instalação de radares e mais lombadas. Mas o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) proíbe utilização de bicicletas no tráfego viário onde não haja um espaço específico para elas.”