Cidades paulistas banem fogos em respeito aos animais

A notícia é do portal da Revista Época e refere-se a um tema levantado pelo Click Guarulhos em 17.12 (https://www.clickguarulhos.com.br/barulho-dos-fogos-assusta-os-bichos).

As cidades de Castilho e Penápolis, no noroeste do estado de São Paulo, não farão a tradicional queima de fogos de artifício no réveillon, para evitar o sofrimento de cachorros e gatos, embora a crise econômica também tenha pesado na decisão dos prefeitos das duas cidades, como admite o assessor de imprensa de Castilho, Marco Apolinário: “As duas coisas pesaram, mas a parte econômica pesou muito mais. Cães e gatos sofrem muito e têm a audição afetada. Eles se assustam com o barulho (dos fogos) e ficam loucos, procurando um lugar para se esconder”

Ele acrescenta que a cidade, de 20 mil habitantes, tem mais de seis mil cachorros e quase 2,8 mil gatos.

Antes de tomar a medida, a Prefeitura ouviu a população e a Associação Protetora dos Animais de Castilho (Apaca). “A Apaca lembrou que a queima de fogos causa grande prejuízo aos animais, como danos na audição. Também levamos em consideração o apoio de 80% da população”, concluiu o assessor.

Mudança de hábito

Porém, de nada adianta duas prefeituras tomarem essa saudável atitude, se o povo continuar com esse costume irracional de soltar fogos barulhentos nas datas festivas. Quem fizer questão de soltar fogos que o faça apenas com os que soltam luzes, mas que não fazem barulho.

Se os animais pudessem ser consultados, com certeza votariam pela completa eliminação dos fogos. Como isso não é possível, importante difundir uma campanha para que as pessoas se conscientizem e mudem o hábito.