Coluna do Carleto – 01.03.2019

Rua Marcolina Moreira - Foto: Patricia B. Leite/VC Repórter

CHOVE CHUVA

Mais do que as chuvas constantes, ventos fortes foram causadores de mais aborrecimentos para a população e para as concessionárias de energia elétrica. Em São Paulo, foram algumas centenas de árvores caídas, muitas das quais derrubaram postes e fios. Em Guarulhos, quase cem, inclusive uma, no Jardim Vila Galvão, a respeito da qual a Secretaria do Meio Ambiente havia sido alertada por uma moradora havia seis meses. Em 30 de janeiro, o Click Guarulhos publicara sobre o risco que a árvore oferecia.

CHOVE CHUVA – 2

Resultado: muitos bairros sem luz, os telefones da Enel e da EDP não deram conta de tantas queixas, bem como as equipes nas ruas não conseguiram atender a demanda no tempo usual. Não resta dúvida de que haverá uma enxurrada (ops!) de pedidos de ressarcimento de danos causados pela queda de energia.

CHOVE CHUVA – 3

A Fundação Cacique Cobra Coral, de Guarulhos, que afirma ter poder de fazer chover e fazer parar de chover, enviou ao presidente Nicolas Maduro, da Venezuela, aviso de que as condições climáticas o obrigarão a liberar as fronteiras com o Brasil e a Colômbia. A entidade afirma-se defensora da paz e das soluções negociadas. Nas entrelinhas, dá a entender que, se não for por bem, se Maduro não abrir as fronteiras, a natureza se encarregará de tomar providências. Quem viver verá. Ou não?

CHOVE CHUVA – 4

Foliões estão esperançosos de que o Cacique consiga dar uma trégua para que o povo possa se divertir no carnaval. Será considerado um motivo justo para direcionar as nuvens para outros lugares? Ou não?

QUEDA DE BRAÇO

Disputas internas entre tucanos nunca foram novidade, mas nunca assumiram a proporção que se verifica agora, tanto no nível municipal, quando estadual e federal. O vaivém de decisões acerca das plenárias locais deu uma boa mostra disso. A Executiva estadual, na qual o governador João Dória tem maioria, determinou intervenção nos diretórios municipais de Guarulhos e diversas outras cidades. Mesmo sendo contra a decisão, o presidente estadual do partido, Pedro Tobias, enviou mensagem aos diretórios destituídos.

QUEDA DE BRAÇO – 2

O Diretório de Guarulhos recorreu ao Nacional e obteve do presidente, Geraldo Alckmin, o cancelamento da determinação da estadual. Foi mantida a eleição local, com duas chapas. O pleito foi tumultuado pelo recolhimento de urnas. A chapa do suplente de vereador João Thomaz, ligado ao prefeito Guti, venceu, mas o atual presidente, Marco Ianonni, permanece até a convenção em abril.

QUEDA DE BRAÇO – 3

Na segunda-feira, Tobias renunciou ao cargo de presidente estadual e saiu atirando contra o governador; disse que não é office-boy de Dória e que o PSDB virou “uma zona”. Será que ele quis dizer “zona eleitoral”?

QUEDA DE BRAÇO – 4

Na bolsa de apostas, uns creem que Dória levará a melhor, derrubará o grupo de Alckmin e dominará o ninho tucano. Se isso acontecer, cresce o poder da empresária Fran Corrêa, esposa do deputado democrata Eli Corrêa Filho, para assumir as rédeas do partido em Guarulhos. Outros acreditam que, por ter mais história com o PSDB, Alckmin terá o comando nacional e, nesse caso, Dória tenderia a ir para outro partido. Se isso acontecer, os aliados de Guti ganhariam força, controlando o PSDB local para sua candidatura à reeleição. Fran teria de ficar no DEM, do qual é vice-presidente municipal.

A CONFERIR

A iniciativa de João Dória de lançar o nome da deputada Joice Hasselmann (PSL) para disputar a Prefeitura de São Paulo em 2020 coloca-o em confronto com o prefeito Bruno Covas. São imprevisíveis as consequências. Para o povo da Capital, certamente ruins, pois costuma ser positivo ter o prefeito e o governador aliados. Para as hostes tucanas, pode ser sorte, pode ser azar. Para o PSL, não faz muita diferença: até agora, o partido não dependeu de caciques para obter bons resultados. As chances de Joice ou de qualquer candidato aliado de Bolsonaro dependerão do índice de aprovação de seu governo até lá.

NAS ONDAS DO RÁDIO

Boletim diário – com o radialista Figueiredo Jr e o jornalista Valdir Carleto – Foto: Alexandre de Paulo/Click Guarulhos

A convite do amigo radialista Figueiredo Júnior, estou participando com um boletim diário de 1 minuto e 45 segundos, com notícias de Guarulhos e outras, em 3 programas que ele apresenta: rádio Adore FM 98,1, das 8h às 9h; Cumbica AM 1500 e ABC AM 1570, das 10h ao meio-dia. Os áudios são também enviados por mim a duas listas de transmissão pelo WhatsApp. São quase 500 internautas que recebem também capas dos principais jornais do país, iniciativa do jornalista Luiz Henrique. Quem desejar receber os vídeos e/ou as capas, peço enviar mensagem pelo 98849-7425, que é o número do Vc Repórter do portal Click Guarulhos.

PARA REFLETIR

Corajoso o depoimento do ator Fábio Assunção sobre a dependência química da qual é vítima e sobre o acordo com uma banda que abordou seu problema em uma música que viralizou. Toda a renda será revertida em benefício de entidades que proporcionam tratamento de dependentes. Ele virou alvo de chacotas e até inspirou a criação de uma máscara de carnaval com sua foto. No vídeo, ele pede que as pessoas reflitam e que entendam que o que acontece com ele poderia ser com qualquer um. O artista tem razão. Ninguém está a salvo de ter alguém da família que se torna refém do álcool ou de alguma outra substância viciante. Entrar nesse jogo é fácil; sair dele requer muito esforço, abnegação, renúncia e, em geral, muitas despesas. Para quem quiser assistir, este é o link:

Passou ter meu respeito…👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏, corajosoooo

Posted by Rogerio Vilela on Tuesday, January 22, 2019