Coluna do Carleto – 15.03.2019

Haja paciência!

Garis varrem o Centro de Guarulhos continuamente e em todas as ruas é grande o volume de papéis jogados no chão, além de copos descartáveis, bitucas de cigarros e embalagens em geral. Muitos desses papéis são panfletos de comércios, que ainda usam esse artifício para atrair clientes. A quase totalidade dos panfletos é de óticas situadas no quadrilátero central, que devem obter bons resultados, pois insistem nessa prática, que é claramente proibida pelo Código de Posturas do município.

Poucas multas

Questionei a Prefeitura sobre quantas multas têm sido aplicadas e qual o valor arrecadado referente a propaganda irregular. A resposta: durante o ano de 2018, apenas 25 multas lavradas, no valor de R$ 134 mil, dos quais apenas R$ 41 mil foram pagos. O restante vai para a Dívida Ativa e, em não sendo pagas, irão para execução fiscal.

Não podem informar

Perguntei quantas multas foram aplicadas referentes a panfletos de óticas. A resposta é risível: “Não é possível separar qual tipo de comércio recebeu o maior número de multas”. Se fossem milhares, realmente seria difícil. Mas sendo apenas 25 multas, em dois minutos daria para saber.

Daria para ser 25 por dia

Se fosse levado a sério o trabalho de fiscalizar a distribuição irregular de panfletos, só na área central de Guarulhos daria para lavrar 25 autos de multa por dia, não por ano. Internauta enviou vídeo, postado no Click, mostrando uma van com vários fiscais dentro, que fica andando para lá e para cá, na rua D. Pedro II. A SDU poderia deixar um no calçadão e mandar os outros circularem pelas demais vias a pé. Acabaria essa farra que tanto suja a cidade e tanto prejudica o meio ambiente.

Azeitando engrenagens

Uma página que congrega esportistas e ativistas culturais divulgou nesta sexta-feira um logotipo da empresária Francislene (Fran) Corrêa como apoiadora. Pelo jeito, a campanha para disputar o Bom Clima em 2020 já começou.

Tomando posse

O deputado Márcio Nakashima tomou posse na Assembleia Legislativa nesta sexta, para seu primeiro mandato. Já o xerife Jorge Wilson reassumiu pela segunda vez.

Ocupando espaços

O deputado federal reeleito Eli Corrêa Filho presidirá a Comissão de Viação e Transportes na Câmara dos Deputados. O deputado Alencar Santana, agora federal, fará parte da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, na qual atuará contra a Reforma da Previdência pretendida pelo governo Bolsonaro.

Proguaru agilizando

Está difícil dar conta de tanto buraco que tem aparecido nas vias de Guarulhos. Mas é perceptível a presença da Proguaru, buscando resolver pelo menos os mais graves.

Sabesp precisando melhorar

Já a Sabesp precisa pegar no pé da empresa terceirizada que tapa buracos oriundos dos consertos de vazamentos de água e de esgoto, pois a qualidade tem deixado muito a desejar, gerando inúmeras queixas, além da demora.


Fim da escuridão

A reclamação de comerciantes e moradores próximos do Bom Clima, referente à falta de iluminação público no canteiro central da avenida Tiradentes, surtiu efeito. Os postes que faltavam foram colocados e as luzes já funcionando.

Dá pra resolver

Meio

Ainda sobre o Bom Clima: no fim de semana, postei há sugestões de melhorias para o entorno do Parque J. B. Maciel, pois a calçada de frente para a avenida Tiradentes está escorregadia, oferecendo perigo para pedestres. Encaminhei à Assessoria de Imprensa pedido para que encaminhasse aos órgãos que possam resolver os problemas apontados.

Se a moda pega…

Circulou pelas redes sociais uma estratégia adotada em alguma cidade, de plantar árvores nos buracos que aparecessem nas ruas. Moradores de Bonsucesso puseram a ideia em prática na rua Cordeiro, plantando bananeiras em buracos sequenciais. Não demorou a surtir efeito: nesta sexta, os reparos foram feitos e as plantas removidas. Porém, em algumas vias há tantos buracos, que se forem plantadas árvores em todos eles, ficará impossível transitar;vai parecer uma floresta.

Valdir Carleto