Coluna do Carleto – 27.07.2018

PRATOS LIMPOS – 1

Em coletiva  promovida pelo professor Antonio Veronezi, o deputado estadual Fernando Capez (PSDB) fez relato detalhado do processo no qual seu nome foi citado como envolvido  no caso que ficou conhecido como “Máfia da Merenda”. Com documentos em mãos, leu trechos de despachos do desembargador que atuou como relator, nos quais é evidenciado que não houve participação do parlamentar no suposto superfaturamento de suco de laranja, adquirido pela Secretaria de Educação do Estado.

PRATOS LIMPOS – 2

Capez afirmou que testemunha admitiu ter sido coagida a citar seu nome, sob ameaça de ficar preso. Enumerou as razões que levaram a Segunda Turma do STF a determinar o trancamento da representação criminal que havia contra o deputado. Indagado sobre quais medidas tomará contra os detratores, respondeu que todas as providências estão sendo estudadas, mas que precisa ser comedido nas palavras para não incorrer em erro.

NO PÁREO

O vereador Romildo Santos (DEM) (foto) é também pré-candidato a deputado estadual, além dos nomes citados nesta coluna no dia 20. Presente à coletiva de Capez, ele agradeceu o apoio que recebeu do deputado e de Veronezi quando do falecimento de sua esposa. Mas frisou também que teve atenção do casal Francislene Assis de Almeida Corrêa e deputado federal Eli Corrêa Filho (DEM).

MEMÓRIA

Romildo citou o caso do Rodoanel, que veio à tona em 2016, para exemplificar o quanto a mídia pode macular reputações, o que raramente é reparado posteriormente, quando comprovada a inocência das pessoas atingidas.

PDT COM FRANÇA

Na convenção estadual realizada na quinta-feira, 26, o Partido Democrático Trabalhista definiu apoio à reeleição do governador Márcio França (PSB). O fato pode contribuir para que o PSB opte pela candidatura de Ciro Gomes (PDT) à Presidência, mas nada está definido. Na seara local, um complicador: o ex-prefeito Sebastião Almeida é candidato a deputado federal pelo PDT, o que o coloca em sintonia com Guti no apoio a França.

DEM COM DÓRIA

Tanto na esfera nacional quanto na paulista, o DEM fechou coligação com o PSDB: apóia Alckmin para a Presidência e João Dória ao governo estadual. O comitê de Romildo será em frente à sede dos tucanos, na esquina das ruas Presidente Prudente e Diogo Farias. É provável que o ex-prefeito paulistano se sinta mais à vontade na sede do coligado do que no próprio ninho.

ESPORAS AFIADAS

Militantes da proteção animal estão de orelha em pé com a proximidade de setores da administração municipal com os realizadores da cavalhada em Bonsucesso, em especial a Subsecretaria de Cultura. O deputado Gileno (Pros) ganha pontos entre os cavaleiros, mas enfrentará resistência do outro grupo.

 

Valdir Carleto

jornalista – MTb 16.674

 

foto: Sérgio Scatolin