Comerciante reclama de árvore cujos galhos tocam rede elétrica e corre risco de cair na Vila Galvão

Comerciante e morador da Vila Galvão reclama de árvore de grande porte cujos galhos estão tocando fios de alta tensão e invadindo casasa. “Seguem fotos de árvore cujo crescimento lateral (por efeito de sistemática poda central) faz com que os galhos laterais fiquem enormes, por cima das casas e em contato com fios. Observem que já está chegando do outro lado da rua, com risco iminente de quebra de galhos e até de queda da árvore”, disse ele.

“A calçada está quase totalmente intransitável; pelo tamanho da árvore as raízes estão quebrando toda o calçamento. Tem um galho que quebrou faz uns 10 dias e continua lá. O endereço é av. Timóteo Penteado, número 4271, na Vila Galvão.

Prefeitura
Questionada, a Prefeitura respondeu que “geralmente este tipo de poda que envolve a rede de eletricidade é feita pela EDP.” E sugeriu ao munícipe que registre o pedido de poda na rede Fácil. “Para podermos verificar se há processo em andamento na Sema, precisamos do número do protocolo.”, concluiu a nota.

EDP
Já a EDP respondeu que “enviará equipe ao local para inspeção técnica na árvore mencionada, na qual será avaliada a necessidade de poda de vegetação próxima à rede elétrica.” A Distribuidora esclarece ainda que atua conforme critérios e normas ambientais quanto à poda da arborização que impacta o sistema de distribuição de energia. “Vale ressaltar que o trabalho de poda caracterizado como limpeza urbana, além de supressão de árvores inteiras, é de responsabilidade da Prefeitura e deve ser solicitado diretamente ao órgão municipal.”

SEMA
A Secretaria de Meio Ambiente respondeu que “diante do grande número de solicitações de podas e remoções de árvores, especialmente devido às ocorrências causadas pelo temporal da semana passada, todos os técnicos, operacionais e viaturas da Pasta estão direcionados a atender este tipo de demanda. Esclarece ainda que, em respeito aos cidadãos que abriram requerimento junto ao Fácil, as equipes obedecem cronograma pré-estabelecido, que pode ser alterado somente em casos de urgência. Desta forma, a Sema solicita que o munícipe registre a solicitação junto a uma das unidade da Rede Fácil de Atendimento ao Cidadão.”