Corrida de Montanha ‘Circuito Pedra Rachada’ segue com inscrições abertas

Além da motivação para correr e resignação para superar desafios, é necessário o uso de tênis e roupas específicas

A 8ª edição do Circuito Canteira de Montanha (trajeto Pedra Rachada), com largada programada para o dia 21 de julho, no Bar do Pedrão, em Mairiporã (Grande SP), segue com inscrições abertas. A prova, que é dividida em três categorias: 8 km, 16 km e 30 km, é enquadrada na modalidade trail running (correndo em trilha, em tradução livre) e é realizada em terrenos irregulares, trilhas, costões, subidas, descidas e estrada de terra batida. Com características próprias, esse tipo de disputa apresenta maior grau de dificuldade, quando comparado às corridas de ruas.

Os atletas que participam dessas competições precisam, além de ser rápidos na conclusão do percurso, demonstrar uma enorme capacidade de resistência física e mental.

Para praticar trail running, além da motivação para correr e resignação para superar desafios, é necessário o uso de tênis adequado e roupas específicas. Mochilas e cintos de hidratação também são recomendados à prática.

Outros valores ressaltados pelos praticantes são: solidariedade, companheirismo, maior consciência ecológica e grande respeito com o atleta/companheiro.

Qualquer um pode praticar trail running?

Sim, qualquer pessoa em bom estado de saúde pode praticar, desde que cumpra todas as etapas de preparação, com o aumento progressivo do volume (distância e tempo) e a intensidade (velocidade). O ideal é procurar um profissional com conhecimento e experiência na modalidade, pois diversas valências físicas são exigidas nesta modalidade.

Atletas desenvolvem enorme resistência física e ampliam a capacidade de força mental neste tipo de prova

Circuito Cantareira de Montanha

Paulo Sérgio Rosa – o “Ultra Rosa” – especialista em provas de 6 e 12 horas de montain bike, após competir por mais de 20 anos no “Montain Bike Marathon” e colecionar diversos títulos, entre eles o “Campeonato Paulista”, “Campeonato Brasileiro”, “Copa Brasil”, “Volta de Santa Catarina em Montain Bike”, “Iron Bike”, “Big Biker”, entre outras, vislumbrava uma grande evolução da modalidade traill run (corrida de trilha) no Brasil. Ao realizar seus treinos de montain bike em trilhas na região da Serra da Cantareira, idealizou a possibilidade de criar um circuito de provas de corrida na montanha naquela região, o qual, neste ano de 2019, chega à 8ª edição.

Do início ao cume

O Circuito Cantareira de Montanha, como é conhecido atualmente, teve seu início em 2015. A prova, sem fins lucrativos e motivada pela união de um grupo de amantes da natureza que se propuseram a realizar caminhadas ecológicas em trilhas e ruas, teve 48 participantes na primeira edição.

Com a boa aceitação do público e ampliação do número de adeptos, incentivados pelo local da realização das provas, a privilegiada Serra da Cantareira, surgiu o nome “Circuito Cantareira de Montanha”.

Atualmente, quatro anos depois da primeira corrida e após muito estudo e aperfeiçoamento, o “Circuito Cantareira de Montanha” se tornou uma organização de eventos de corrida destacado no âmbito nacional, com estrutura e público de elite, que conta também com equipe de marketing e departamento para captação de recursos. Nessa trajetória, entre treinões e corridas oficiais, já foram 11 no total, com aproximadamente 3.500 participantes.

Calendário 2019

21 de julho

8ª Edição Circuito Cantareira de Montanha – Circuito da Pedra Rachada

Distâncias: 8km / 16km / 30km

Local: Bar do Pedrão – Estrada Roseira, km 6 –  Mairiporã

Premiação: além de medalhas para todos os participantes e troféus para os pódium das categorias, a Salomon irá premiar*:

1º colocado: Tênis Salomon

2º colocado: Confecção Salomon

3º colocado: Acessório Salomon

*categoria geral masculino e feminino

Inscrições: www.circuitocantareira.com.br

29 de setembro

9º Edição Circuito Cantareira de Montanha – Eles e Elas na Montanha

12 de outubro

Hard Urbano

27 de outubro

Maratona Cantareira Montain Bike

15 de novembro

10ª Edição Circuito Cantareira de Montanha – Desafio ao Pico do Olho D`Água