As celebrações de Natal e Ano Novo estão chegando e muitas pessoas que têm pets preocupam-se com o bem-estar dos bichinhos nesse período. Isso porque durante as comemorações, geralmente, os tutores saem de suas rotinas por causa das ceias, festas e viagens, e o animal pode sofrer com as mudanças temporárias. Para evitar o estresse, escutamos o veterinário Marcelo Teixeira, que dá dicas de como mantê-los seguros.

Fogos de artifício

Muitos pets, principalmente cães, sentem algum tipo de desconforto em relação ao barulho dos fogos. Isso acontece devido ao fato de possuírem uma maior acuidade auditiva. “Eles acabam sofrendo mais com o barulho, porque assim como nos dias de trovoadas, o som dos fogos traz medo. Eles se sentem ameaçados, mas algumas medidas paliativas podem ser tomadas para evitar ou diminuir o impacto”, pontua Marcelo. São elas:

  • Não deixar o animal sozinho durante o barulho;
  • Manter o animal com um tampão no ouvido, que pode ser feito com algodão;
  • Fazer o método Tellington Touch, mais conhecido como “Método do Pano”. Esse método traz um aumento de calor no animal, melhorando a circulação nas extremidades e, ao mesmo tempo, tirando a tensão do animal e deixando-o com uma sensação de segurança maior, ou melhor, mais confiantes nas situações de medo.
  • Não deixar o animal preso, ele deve ter liberdade para procurar um refúgio que lhe traga segurança;
  • Manter a casa trancada para evitar fugas desesperadas, pois eles podem estar desorientados, o que dificultaria o seu retorno espontâneo;
  • O alimento não deve ser retirado, mas sim oferecido em porções menores, para evitar alimentação excessiva devido ao estresse da situação. Isso pode acarretar em situações de vômitos face ao nervosismo do animal;
  • Para animais extremamente nervosos ou apavorados, existe a opção de calmantes e ansiolíticos, que podem ser naturais (frutas, florais, ervas etc.) ou medicamentosos, lembrando que nesse caso apenas o médico veterinário está apto a prescrever o tratamento adequado;
  • Por fim, existem hoje programas de adestramento que possibilitam que o animal não fique estressado nestes momentos. Vários profissionais de adestramento possuem capacitação para esta modalidade.