Das paredes para o mobiliário

Por Michele Barbosa

Ampliar um ambiente, trazer elegância, entre outras contribuições, o espelho é um item que nunca está out na lista de queridinhos da decoração. Com tanta funcionalidade, o espelho deixou de ser apenas um adorno em paredes para enfeitar os mais diversos tipos de móveis.
Ele é visto no revestimento de cômodas, mesas de centro, armários, aparadores, penteadeiras, entre outros, sem contar que é sempre visto no estilo clássico, com linhas mais rebuscadas e curvas, ou no estilo contemporâneo, com linhas retas e ausentes de enfeite.
Charme e elegância são garantidos para quem quer apostar no mobiliário espelhado, entretanto é preciso ter cuidado. “Como em todo projeto, não exagerar nas peças, principalmente se quer dar destaque a uma especificamente, é fundamental. O exagero pode deixar o ambiente carregado, se utilizado em vários elementos no mesmo local, o que pode causar confusão visual”, explica Natalia Ribas, arquiteta.

O espelho cai bem também quando aplicado em alguns detalhes do móvel, deixando a madeira aparente.

Para não errar na dose, mescle móveis espelhados com outros comuns, por exemplo: jogo de jantar em que a mesa é de espelho e o aparador apenas de madeira ou outro tipo de material que não espelho, ou vice e versa.CDN venda

Cuidados:
O espelho é um material muito frágil, por isso a atenção precisa ser redobrada. “Evite
colocar os móveis espelhados em locais que fiquem muito perto de fumaça ou gordura como cozinhas, área gourmet e churrasqueira, pois isso dificulta a manutenção e limpeza, além de deteriorar a peça rapidamente”.

Cuidado na hora da limpeza. Vassouras podem trincar os espelhos com uma simples batida, assim como as quinas e cantos, que são as partes mais delicadas das peças. Para mantê-los sempre limpos, use produtos específicos para que não manchem. “Pode-se usar pano seco, pano com limpa-vidro ou com álcool”.