Dia internacional da mulher- cresce o número de mulheres no mercado financeiro

“Estando presente nas finanças há alguns anos já, sinto uma imensa felicidade de presenciar um maior número de mulheres em uma área que até então era dominada por homens”

De acordo com dados da pesquisa realizada em 2016 com mais de 30 países feita pela Women In Financial Services, a representação feminina vem crescendo em relação a serviços financeiros e comitês executivos, onde no mesmo ano cresceram 20% e 16% respectivamente. Espera-se que até 2048 as mulheres representem 30% destes mesmos serviços. Em relação a população economicamente ativa, as mulheres representam 46%. Há 35 anos não existiam tantas mulheres no mercado de trabalho, principalmente no setor financeiro.

Com evidente potencial econômico, elas estão se tornando investidoras e parte do mercado financeiro também. Hoje, existem mais de 150 mil investidoras na Bolsa, e a participação delas no Tesouro Direto cresceu 280%. Nos últimos 18 anos o quadro de funcionárias da Nova Futura Investimentos quadruplicou. De acordo com Luana Lopes, Middle Office de Mesa de Operações da Nova Futura Investimentos e que trabalha a 5 anos no mercado financeiro, de forma geral, o mercado financeiro ainda é um tanto quanto masculinizado, seja pelo fator histórico de dominância dos homens em relação as mulheres (economicamente falando), ou seja, pelo fator cultural que as mulheres foram expostas pela sociedade. “Na minha opinião, todos esses fatores e outro mais, foram relevantes para a construção da mulher na sociedade. Ao entrar no mercado financeiro não senti dificuldades, mas senti um certo receio em como iria me adaptar neste ambiente onde a grande maioria é do sexo oposto”, lembra Luana.

“Estando presente nas finanças a alguns anos já, sinto uma imensa felicidade de presenciar um maior número de mulheres em uma área que até então era dominada por pessoas do sexo masculino. Não só no mercado financeiro, mas também em diversos setores, não existe ainda um equilíbrio, mas cada vez mais vemos mulheres crescendo profissionalmente”, conta Daniela Casabona, que trabalha a 4 anos no mercado financeiro e Sócia-Diretora da FB Wealth. Além do mercado financeiro ser uma área com um grande número de homens trabalhando, uma grande parcela dos investidores também são. “A maioria dos meus clientes também são homens, atendo poucas mulheres, isso mostra que até nisso, até para investir nós somos minorias. Mesmo assim, os meus clientes acreditam no meu potencial, nunca duvidaram disso”, finaliza Casabona.