Diretor do Food Truck contesta que evento no piscinão ofereça riscos

Diretor da Associação Guarulhos Food Truck, David Lopes, esteve na Redação do Click Guarulhos, apresentando laudo da Construtora Cronacon, que atesta a capacidade da laje de até 500 kg por m2 (aqui reproduzido).

Ele entende que as queixas de vizinhos a respeito da realização de eventos no local se devem a interesses pessoais, que acabam inibindo o hábito de guarulhenses frequentarem a cidade.

David defende que o evento possa ser feito, pois os veículos estão estacionados no entorno do piscinão e não sobre a laje. As tendas que foram montadas são para recebimento de doações para o Fundo Social de Solidariedade e para acomodar as pessoas que frequentarem o evento, previsto para ter início nesta tarde de quinta-feira.

Ele argumenta que, não havendo veículos sobre a laje, jamais haverá mais de 500 kg por metro quadrado: “Seria preciso haver 6 pessoas com mais de 80 quilos em um metro quadrado. Isso é impossível”.

Outro fator que o promotor do evento apresenta é de que menos de metade da área da laje será ocupada pelas pessoas que possam frequentar o local nestes dias. Garante que teve dificuldade para localizar a rachadura mostrada na postagem do Click feita ontem.

“Vendo a foto dá a impressão de que cabe um dedo ali. Nada disso. É uma fissura, própria de dilatação de qualquer laje. Não afeta em nada a estrutura. Todos os dias, um caminhão-pipa do Saae (Sabesp) anda em cima daquela laje, muitas crianças passeiam de bicicleta, tem adulto empinando moto, carro fazendo cavalo de pau. Isso pode?”, indaga, completando que acha um exagero quem diz que não pode juntar algumas centenas de pessoas ali. “Na inauguração, teve palco, carros, e mais de 600 pessoas. O primeiro food truck foi com todos os carros em cima da laje e não afetou nada”, desabafa.

David afirma que há mais de 100 pessoas trabalhando no evento, cuja estrutura conta a segurança necessária: “Nossos festivais são realizados dentro das normas de segurança, para levar aos moradores lazer, cultura e entretenimento. Contamos com seguranças particulares, bombeiros civis, para gerar o maior conforto”.