Discussão entre Geraldo Celestino e Professor Jesus na Câmara

O vereador Geraldo Celestino (PSDB) e o presidente da Câmara Professor Jesus (PDT), desentenderam-se após a sessão desta terça-feira, 11, ser encerrada por falta de quórum.

Tudo começou quando Marcelo Seminaldo (PT) pediu a contagem dos vereadores presentes. O presidente – de olho – disse que tinha 19 e, portanto, continuaria com a sessão. Logo após, Seminaldo solicitou a contagem eletrônica dos vereadores, mas, de acordo com presentes, saiu logo em seguida com mais alguns dos vereadores petistas, totalizando na contagem 13 vereadores.

A situação começou no debate acalorada sobre a Comissão Especial de Estudos proposta pelo tucano Romildo Santos, para apurar o contrato de 57 milhões das obras referentes à pavimentação no sistema viário, executada pelo Consórcio Empavi/Firpavi.

Confira o vídeo do momento do desentendimento: