Encontro reúne gestores de segurança de diversas cidades de São Paulo

No auditório da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secel) aconteceu nesta quarta-feira (15), o 1º Encontro Regional dos Gestores Municipais de Segurança Pública do Estado de São Paulo. A iniciativa busca a troca de experiências e discussão de saídas para problemas enfrentados pelas inúmeras cidades como extensão territorial, número de habitantes, índices de criminalidade e orçamento, entre outros.

 O secretário de Assuntos para Segurança Pública (SASP), Gilvan Passos, abriu o encontro, que teve a presença do vereador Moreira, da comissão técnica permanente de segurança pública da Câmara Municipal; Marli Nabas Lopes, subsecretária de Educação; coronel Flávia de Paula Santos, comandante da CPA/M7; tenente-coronel Jeferson de Mello, do Corpo de Bombeiros de Guarulhos; dr Carlos Roberto Campos, delegado da Seccional Guarulhos; e Emil Ono, vice-prefeito de Atibaia; Adriano Godoi, chefe do Instituto de Criminalística e o presidente estadual dos Consegs, Evaldo Roberto Coratto.

 Para Gilvan Passos, no encontro foi possível falar sobre experiências que deram certo e dificuldades pelas quais passam outras cidades. “Interação é muito importante. O Estado e o país clamam por segurança pública e só um trabalho em conjunto em prol desse objetivo será capaz de oferecer o que precisamos”, disse o secretário.

 Coordenado pelo Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM) – vinculado à Secretaria para Assuntos de Segurança Pública (SASP) -, o evento contou com a presença de autoridades policiais de Guarulhos e Atibaia, além de guardas civis, gestores de segurança e representantes dos Conselhos de Segurança (Consegs) de diversas cidades do Estado de São Paulo, como São Caetano do Sul, Hortolândia, Franco da Rocha, Taboão da Serra, Sorocaba, Mairiporã, Itapevi, Arujá, Santa Isabel, Jandira e Bragança; além da cidade de Araraquara, que fica a cerca de 290 km de Guarulhos.

 Na oportunidade, falaram sobre a importância do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), que atua por meio de um trabalho conjunto entre as forças de segurança: as Polícias Federal, Rodoviária, Militar e Civil, a Guarda Municipal, o Ministério Público e o poder executivo, com o objetivo de promover a interlocução permanente entre as instituições, reduzindo os trâmites legais e facilitando o planejamento de recursos para a área de segurança pública.

 Durante o encontro, os participantes puderam conhecer a experiência de Atibaia, que fica a apenas 51 km de Guarulhos. Lá, o Gabinete de Gestão Integrada derrubou os índices de criminalidade, garantiu o aumento do efetivo da Guarda Civil Municipal, a construção de um canil e a expansão do número de câmeras na cidade.

 O Sistema de Informações sobre Gabinetes de Gestão Integrada (InfoGGI) e sua utilização pelo Portal Sinesp – Sistema Nacional de Informações em Segurança Pública, Prisional e sobre Drogas, também foi tema de discussão. Lançado pelo Governo Federal, a ferramenta permite a prefeitos e governadores melhorarem políticas locais de segurança pública e integrar projetos e ações em todas as esferas.