Enquanto Luíza assume posição, vereadores do PT se calam

Uma postagem da ex-vereadora Luíza Cordeiro (PCdoB) no Facebook, assumindo a defesa do ex-presidente Lula, causou diversas reações contrárias a ela.

Entre as reações, meu filho Fábio Carleto pediu desculpas aos amigos por ter votado em Luíza várias vezes. Várias pessoas compartilharam. Eu também compartilhei, porém afirmando não me arrepender de ter votado nela, porque ela cumpriu dignamente os mandatos que exerceu, com exceção de ter votado contra ou se abstido (não me lembro bem) em uma proposta de Comissão de Estudos para apurar uma denúncia contra o então prefeito Elói Pietá (PT). Mas que, diante da posição que assumiu agora, eu não mais votarei nela.

Minha postagem repercutiu bastante e a ampla maioria das pessoas ficaram contra a ex-vereadora, inclusive vários eleitores que afirmaram que votavam nela mas que também não votarão novamente se ela candidatar-se.

Enquanto Luíza respondeu de forma elegante, alguns internautas procuraram desqualificar minha opinião, acusando-me de não tolerar opiniões diferentes. Alguns impingiram-me ser influenciado pela TV Globo. Respondi que defendo o direito dela manifestar livremente sua posição política. Apenas me reservo o direito de escolher em quem devo ou não votar.

A partir desse episódio, resolvi pesquisar como agiram os vereadores do PT em relação à condução coercitiva do ex-presidente e ao pedido de prisão preventiva solicitado pelo Ministério Público paulista.

Pesquisando no Facebook, verifiquei que os vereadores Samuel Vasconcelos e Laércio Pereira limitaram-se a reproduzir uma nota oficial divulgada pelo Instituto Lula. Dona Maria apenas compartilhou postagens que criticam o juiz Sérgio Moro. Maurício Brinquinho postou defesa de Lula no dia do depoimento e mudou a foto de perfil com apoio ao ex-presidente. Marisa de Sá fez várias postagens defendendo Lula e ironizando as manifestações deste domingo. Rômulo Ornelas alterou a foto de perfil em apoio a Lula e permitiu postagens e comentários tanto a favor quanto contra o PT. Marcelo Seminaldo só divulgou sua própria atuação e sua festa de aniversário;nem tchuns para Lula. Não localizei Facebook da vereadora em exercício Eneide.

Portanto, noto que Luíza Cordeiro, que é de partido aliado ao PT, está pagando o preço pela sua coragem em tomar posição em favor de Lula, enquanto legisladores do próprio PT estão bem mais preocupados em cuidar da própria imagem e da pretendida reeleição neste ano do que com a sorte do ex-presidente.

Valdir Carleto