A Prefeitura de Guarulhos ainda não concluiu a licitação que nomeará a nova empresa responsável pela manutenção da iluminação pública da cidade. O guarulhense sente o peso e o risco que essa atitude causa. Com uma demanda superior a que pode suportar, o Departamento de Iluminação Pública (DIP) tem deixado muita gente na mão.

Moradores da rua Mimoso do Sul, no jardim Paraíso, sabem bem o que é isso. De acordo com o internauta, que prefere não se identificar, uma ação criminosa que aconteceu no dia 4 de maio exemplifica bem o que os residentes desta via passam com a escuridão do local. “Dois menores portavam um revólver calibre 32 quando abordaram uma mãe com dois filhos. Os criminosos entraram em confronto com os jovens; a arma caiu. Um dos sujeitos conseguiu recuperar a arma e apontou para atirar em direção a cabeça de um dos jovens. Nesse momento, o irmão puxou novamente a arma do criminoso e recebeu um tiro na mão. Os criminosos levaram um Fiat Punto.”

Ainda de acordo com o leitor, a polícia chegou após cinco minutos do ocorrido; mas ele não sabe dizer se os infratores foram presos.

Os moradores da via encaminharam para vereadores da cidade a solicitação de ajuda. “Apenas Toninho Magalhães nos respondeu com a cópia de um ofício”.

Diversos outros internautas têm manifestado a indignação com a escuridão que domina boa parte das ruas da cidade, ainda mais na periferia. “Com a falta de uma empresa responsável pela iluminação pública estamos abandonados pelo poder público”, finaliza.

No mesmo local, existe a viela Chácara, que virou ponto fixo de usuários de drogas. O morador reclama de que próximo da rua fica localizado o 9° Distrito Policial.