Espalha Fatos – 01/12

Exclusivo

O prefeito eleito Guti deverá anunciar oficialmente hoje, às 11h num hotel da cidade, o nome de parte de seu secretariado. A Secretaria Jurídica ficará sob o comando do advogado João Carlos Pannocchia; a Saúde com o médico Roberto Lago e a Secretaria de Desenvolvimento Urbano com o ex-presidente da ACE, Jorge Taiar. Durante o evento será anunciado também o nome do novo Secretário de Governo e o comandante de mais uma pasta a conferir.

Mãos abanando

Funcionários da empresa Lucfe, que presta serviços de limpeza e higienização na Câmara Municipal, estão preocupadíssimos com o futuro. Segundo eles, seus empregadores lhe passaram a informação de que todos serão dispensados imediatamente do trabalho sem nenhum tipo de acordo trabalhista ou qualquer segurança em relação ao recebimento de seus salários e rescisões contratuais. O motivo da dispensa informado seria a falta de repasse dos pagamentos há dois meses pelo Legislativo, o que é negado pela Casa, que alega estar em dia com suas obrigações.

Tensão

Os guardas civis municipais de Guarulhos deverão comparecer em peso hoje à tarde na sessão da Câmara Municipal com o objetivo de pressionar os vereadores para que não votem a favor da implantação da Operação Delegada na cidade. A proposta que tramita na Casa prevê a contratação de policiais militares pela municipalidade em seus dias de folga, acabando assim com os chamados “bicos” feitos pelos integrantes da tropa, ação que atualmente é considerada irregular pelo comando da PM.

Posicionamento

Os integrantes da GCM alegam que são contrários ao pagamento de verbas municipais aos militares, pelo fato de acreditarem que este dinheiro deveria ser investido na própria Guarda e não gasto com servidores do Estado. Muitas cidades já aderiram à Operação Delegada, dando mais segurança aos PM’s que podem trabalhar em seus dias de descanso utilizando a farda, o colete e a arma da corporação. A expectativa gira em torno de como os parlamentares se comportarão durante a votação. No meio desta briga está a população, que clama por mais segurança no município.

Prazos anunciados

A Comissão Especial de Orçamento definiu os prazos de apresentação de emendas ao PL 3037/2016, do Executivo, que dispõe sobre a estimativa de receita e fixação de despesa do município no exercício de 2017. Até o dia 05 de dezembro deverão ser entregues as sugestões de emendas da equipe de transição do governo Guti. Já os vereadores poderão entregar as propostas até o dia 7. No dia 12 está prevista a reunião de avaliação das emendas e a votação do parecer final que deverá ir a plenário para votação. Até sexta-feira os parlamentares deverão ter conhecimento do valor máximo que será liberado para as emendas particulares. A Câmara deverá entrar em recesso dia 15/12.