Espalha Fatos – 24/01

Fechando as torneiras

O presidente da Câmara, Eduardo Soltur (PSD), durante essas três primeiras semanas de janeiro, já demonstra que pretende enxugar e muito os gastos do Legislativo. Soltur vai devolver os 48 veículos locados que a Câmara tem hoje a sua disposição e realizar nova licitação para locar somente 36, sendo um para cada vereador, um para o setor administrativo da Casa e um para a TV Câmara. Detalhe: todos os carros serão modelo mil cilindradas. O antigo prédio da Câmara localizado na Praça Getúlio Vargas também voltará às mãos do Legislativo, onde alguns setores que hoje se encontram em prédios locados serão ali instalados.

Mais economia

Eduardo Soltur já colocou sua equipe de trabalho para conversar com os diversos fornecedores da Câmara, com o intuito de conseguir uma redução de 25% nos contratos de aluguéis e serviços, como por exemplo, limpeza predial e controle de acesso. Também, seguindo orientação do Tribunal de Contas do Estado, Soltur solicitou o recálculo de todos os benefícios pagos hoje aos servidores do Legislativo. No início desta legislatura, o presidente da Câmara já rescindiu os contratos das máquinas de café, dos aparelhos de telefone com linhas Nextel, além de reduzir o limite de gastos de combustível, passando de 600 para 400 litros por mês, podendo chegar até 300 nos próximos meses.

Parceria

Depois de pelo menos 4 anos negando informações e até mesmo a liberação de secretários municipais para participarem da programação da TV Câmara, ao que tudo indica o Executivo mudou radicalmente sua visão se comparado ao governo anterior. A Diretoria de Comunicação da Câmara já ensaia um diálogo com a Secretaria de Comunicação da Prefeitura para que o canal legislativo mostre também as ações do novo governo, levando assim mais transparência à população guarulhense. Tudo dentro da lei.

PPP

A Câmara Municipal está montando um grupo de trabalho juntamente com o Executivo para promover estudos em relação ao futuro do prédio da antiga Tapetes Lourdes, comprado para ser a sede do Legislativo. Como o espaço é grande e o prefeito Guti também quer economizar o dinheiro de aluguéis, surgiu a idéia de se fazer uma Parceria Público Privada para acomodar também algumas pastas do Executivo no referido espaço.

Sem noção

A ex-vereadora Silvana Mesquita (PDT) não se conforma com a indicação de Toninho Messias para a Coordenadoria das Pessoas Portadoras de Deficiência. Tanto que nos últimos dias tem usado toda sua maldade para tentar queimar o filme do rival, porém em vão. A moça está tão descontrolada, que não respeitou nem o velório de uma grande personalidade da cidade, aproveitando a oportunidade para fazer ameaças a outros políticos que ali foram prestar suas homenagens ao falecido, amigos e familiares. Passou da hora da cidadã entender que seu tempo já foi.