Espalha Fatos – 25/10

Desgosto

Servidores concursados e comissionados, espalhados pelas diversas secretarias e diretorias da Câmara, os quais participaram direta e indiretamente do processo administrativo que visava a realização do debate entre os prefeituráveis, estão se sentindo totalmente desprestigiados, uma vez que todos se empenharam ao máximo durante meses para alcançar o sucesso no evento, mas na hora agá foram supostamente traídos pelos próprios parlamentares: uns por omissão e outros por financiarem a iniciativa. Enquanto isso no plenário: wi-fi, ar condicionado e música ao vivo pro tempo passar. Viva a Democracia!

Forças ocultas

Sem julgar o mérito da legitimidade ou não da ocupação desde a última 5ª feira do plenário da Câmara pelos cerca de 30 jovens do “Movimento para todos” (todos?), não dá para acreditar que o Poder Legislativo de Guarulhos se curvou diante da vontade desta minoria e nada fez para que o debate entre os candidatos a prefeito da cidade, agendado há meses atrás, fosse realizado. Estranhamente nos bastidores da Casa já havia uma informação rodando desde a semana passada, dando conta de que a ação seria supostamente premeditada e que a real intenção dos “manifestantes” era a de sabotar o evento a pedido de um prefeiturável que estaria em desvantagem na corrida eleitoral.

Esclarecimento

Diferentemente do que afirmou o vereador Marcelo Seminaldo (PT) pelas redes sociais, não existia a mínima possibilidade técnica do debate da TV Câmara ocorrer em outro espaço da cidade ou do prédio do Legislativo, pois toda estrutura e equipamentos para a transmissão ao vivo, com closed caption, libras e áudio descrição, exigidos pela Justiça Eleitoral, foram montados no plenário e não são portáteis. Do jeito que foi banalizado o trabalho dos servidores públicos, que envolveu inclusive gastos do erário, parece que o pessoal entendeu que a Diretoria de Comunicação da Casa estava brincando de fazer debate. Fazer as coisas assim, em cima da hora, não funciona.

Reconhecimento

Independentemente da não realização do debate, os integrantes da TV Câmara e de toda Diretoria de Comunicação estão felizes e com a sensação do dever cumprido. A emissora guarulhense montada há 4 anos, vem ocupando um papel de grande destaque na sociedade, sendo o único meio de comunicação guarulhense a promover este evento de tamanha amplitude. A parceria feita com os demais veículos da cidade, com transmissão ao vivo simultânea por outros canais de televisão e principais sites do município, jamais houve ou sequer foi almejada no passado. Além da TV Câmara Guarulhos, somente as grandes corporações de mídia da capital, como Rede Bandeirantes, Record e Rede Globo, organizaram evento semelhante. Pena que tem gente que nem liga pra isso e desperdiça uma ferramenta dessas com ações políticas de intenções duvidosas.