Espalha Fatos – 29/06

Barriga roncando

Usuários do Restaurante Popular, tanto do Centro, como do Taboão, estão inconformados com a decisão da Prefeitura de só servir o almoço para aquelas pessoas que pegarem senhas previamente no período da manhã. Não tem mais essa de chegar, pagar e comer. Se não garantir o prato logo cedo fica com fome. Além disso, o número de atendimentos reduziu pela metade. A desculpa do Executivo é a mesma de sempre: “Não tem dinheiro”!

Babilônia

Os trabalhadores do setor de Entregas Rápidas, apesar de contarem com lei aprovada no Legislativo para operarem na cidade, são ignorados pelo atual sistema de transporte implantado em Guarulhos. Rodando com carros inadequados e sem identificação, vira e mexe os integrantes da categoria têm seus veículos apreendidos pela própria Prefeitura, ou seja, ninguém fala a mesma língua. Até os espaços que eram ocupados antes pelo segmento estão sendo sinalizados como pontos de táxi. Enquanto isso a vovózinha vai carregando as sacolas pesadas dos supermercados por quarteirões.

Manifestação

O Movimento Vem Pra Rua Guarulhos realiza no próximo sábado, dia 2, às 11h, na esquina da Avenida Paulo Faccini com Tiradentes, o ato “Laços da Justiça – As 10 medidas contra a corrupção”. A ação pretende declarar apoio total à Operação Lava Jato e à prisão de todos os políticos corruptos independentemente do partido que estejam filiados. Muita gente querendo pedir também a Lava Jato por essas bandas…

Proposta

Tramita na Câmara Municipal projeto de lei apresentado pelo vereador Dr. Vitor da Farmácia (PROS), que estabelece desconto de 50% no pagamento do IPTU dos imóveis localizados na Zona Aeroportuária, exclusivamente para as casas diretamente afetadas por rachaduras causadas por aviões. Fica difícil imaginar a situação de um cidadão morando nesta região abandonada pelo Poder Público Municipal e Aeroporto Internacional, já que ambos têm o péssimo hábito de empurrar um para o outro os problemas existentes.

Última moda

Impressionante o número de pessoas adeptas em Guarulhos ao uso do brinquinho. Não por gostarem do adorno, claro, mas por falta de opção. Se bem que a onda agora é andar de touca, evitando desta forma os excrementos dos pombos, que sujam todo o cabelo e onde mais respingar. Procurem as descartáveis.