Espalha Fatos – de Sérgio Lessa – 12/01

Limite

Para que todas as residências de Guarulhos sejam atendidas pelo SAAE sem o sistema de rodízio, a Sabesp precisaria liberar para o município cerca de 1,7 metro cúbico por segundo de água a mais do que já vem sendo distribuído. O máximo que a cidade pode receber hoje da estatal é 0,7, pois, devido à falta de investimentos, a atual estrutura técnica de distribuição de água não consegue receber uma demanda maior do que essa. Com a chegada desse número máximo divulgado na terça, o restante da água necessária para o fim do rodízio em toda Guarulhos só poderá chegar às torneiras dos munícipes, após a execução de grandes obras de infraestrutura.

Realidade

Hoje somente a região central possui as tubulações necessárias para um fornecimento de água à população guarulhense sem o rodízio. Diante disso, para não privilegiar somente parte da população, o prefeito Guti determinou a distribuição deste novo volume enviado pela Sabesp desde a última sexta-feira, em todos os bairros, o que gerou nas regiões mais periféricas um aumento na distribuição de 4 horas a mais por dia.

Efeito cascata

A decisão do coprefeito e secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Alexandre Zeitune, de retirar professores do trabalho administrativo da pasta, mandando-os para as salas de aula que apresentam defasagem, teve um reflexo positivo na população e nas demais secretarias. Muitos servidores concursados hoje estão com desvio de função, ou seja, foram realocados em setores para os quais muitas vezes não têm o mínimo de preparo e nem a mínima relação com a função inicial. Isso se deu por necessidade de ajustes no organograma da máquina pública e até mesmo por favorecimento a determinados funcionários, que por serem amigos do rei tinham regalias que chegavam a dar raiva nos pobres mortais. O exemplo deverá ser seguido por todas as pastas da Prefeitura, onde tais privilegiados deverão voltar aos seus cargos de origem.

Profetas do apocalipse

Por mais que os adversários do prefeito tenham o conhecimento de que a proposta de congelamento do IPTU feita durante a campanha eleitoral só será realizada a partir de 2018 pelo fato de Guti ter assumido a Prefeitura somente em janeiro, época em que os carnês já estão impressos e prontos para serem enviados aos munícipes, muita gente ainda aposta na desinformação para tentar desestabilizar o novo governo, afirmando erroneamente que o alcaide iniciou o seu mandato descumprindo suas promessas. O mais intrigante é que no meio desse pessoal tem muita gente esclarecida que conhece a verdade, mas prefere confundir a população, apostando no quanto pior, melhor.