Estado garante manutenção integral do Projeto Guri em 2017

Diante de notícias de que a continuidade do Projeto Guri estaria ameaçada por falta de verbas, a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo informa que conseguiu garantir os recursos necessários à manutenção total do Projeto em 2017. Considerado programa prioritário pela Secretaria, já que atende mais de 50 mil crianças em 291 municípios paulistas, o Guri receberá complementação de investimentos a partir de um remanejamento interno de recursos realizado pela Pasta. Ao todo, o programa receberá investimento de R$ 86,6 milhões no ano que vem.
“O Projeto Guri é prioritário em função de sua importância no desenvolvimento de milhares de crianças espalhadas por todo o território paulista. Além da iniciação musical gratuita, o programa tem também uma função social de identificação e apoio a crianças em situação vulnerável. Por isso, todos os esforços se justificam para mantê-lo com o mínimo possível de alteração, mesmo diante da maior crise econômica pela qual o País já passou”, afirma o Secretário de Estado da Cultura, José Roberto Sadek.
Com o aporte garantido, o Projeto Guri funcionará com 384 polos, sendo 46 na Capital e Grande São Paulo, e 338 no interior, litoral e unidades da Fundação Casa. No interior e litoral, o Guri está presente em 283 cidades; na Grande São Paulo, em mais 8. Trata-se do programa de maior capilaridade da Secretaria da Cultura do Estado. Por sua abrangência, também é considerado o maior programa sociocultural do Brasil.
Histórico
Criado em 1995, o Guri oferece nos períodos de contraturno escolar cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos. Desde seu início, o Projeto já atendeu cerca de 650 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.
Ele é atualmente gerenciado por duas organizações sociais de cultura parceiras da Secretaria: a Associação de Amigos do Projeto Guri e a Santa Marcelina Cultura.