Por Cris Marques
Fotos: Agência E! Comunicação,
arquivo pessoal e Rafael Almeida

O mundo está mudando, a tecnologia evoluindo cada vez mais e as rotinas ficando cada vez mais agitadas e apertadas. Com isso, é comum que velhos hábitos sejam substituídos, que o ar livre seja trocado pelo condicionado, o verde perca espaço para os escritórios e salas cinzas, o natural seja alterado pelo pronto, industrializado e que o on-line impere. Mas, toda essa transformação tem cobrado seu preço, incluindo aí a saúde de seus viventes, ou a falta dela. E assim, o movimento em busca de qualidade de vida, alimentação saudável, longevidade e filosofia fitness ganha cada vez mais força.

“Hoje em dia, as pessoas têm mais acesso à informação, principalmente por meio da internet e mídias sociais, e já possuem a consciência de que cuidar de si mesmas vai além da aparência e da boa forma”, afirma Erika Borges, nutricionista esportiva autônoma, uma das responsáveis pelo Desafio Acqua Sport – programa da academia que engloba reeducação alimentar, atividades e acompanhamento psicológico para uma mudança no corpo e no estilo de vida, em um período de 90 dias – e profissional parceira do Empório Bem Estar.

Para ela, nesse caminho em prol da vitalidade, além de apostar na prática de exercícios físicos, a alimentação também precisa mudar e uma boa forma de conseguir isso é investir nos produtos naturais. “Além da vantagem de serem produtos com zero teor de aditivos químicos como conservantes, aromatizantes, gorduras hidrogenadas, açúcares, excesso de adoçantes e afins, que a longo prazo podem trazer prejuízos à nossa saúde e que estão presentes na grande maioria dos industrializados; os itens denominados como ‘naturais’ possuem, na maior parte das vezes, componentes ‘funcionais’, ou seja, além de fornecer energia e nutrientes fundamentais para nosso organismo, também incluem outras substâncias naturais e benéficas para nós”.

A possibilidade da substituição

Para quem acha que mudar a alimentação pode ser um processo sofrido, a especialista lista algumas opções saudáveis que substituem guloseimas famosas, como chocolate ou aperitivos, que, além de matar a vontade e preparar o paladar para a mudança, ainda suprem aquelas memórias afetivas dos tempos desregrados. “Para os amantes de doces, indico alfarroba, frutas secas e passas, pasta de amendoim integral, que lembra muito paçoca, pasta de soja de sabores doces, barras proteicas e receitinhas caseiras. Já para os fãs de ‘snacks’, dá para apostar em palitinhos de fibras de diversos sabores, salgadinhos assados de soja e grão de bico”.

Veja também:
Gordura boa pode e deve ser consumida
Marmita saudável
Doces fitness e funcionais para não estragar a dieta
Alimentos do cotidiano: sua refeição é saudável?

Calma lá, que nem tudo que é light é ouro

A indústria alimentícia usa diversas artimanhas para induzir o consumidor ao erro, como mensagens subliminares nas embalagens ou letras minúsculas. Erika deixa o alerta: entender o que você come e ler os rótulos dos alimentos é essencial. “A denominação de ‘light’ é para o alimento que contém menos calorias quando comparado à sua versão tradicional, o que não quer dizer que ele seja sempre mais saudável”. Para a leitura, é fundamental conferir a tabela nutricional, na qual constam o teor de açúcares, gorduras saturadas, trans e sódio. Outro fator importantíssimo é ler a lista de ingredientes, feita em ordem decrescente, do alimento em maior quantidade na receita para o menos presente; com isso é possível observar a quantidade de aditivos químicos, gordura vegetal e trans e excesso de adoçantes.

Os primeiros passos

Ricardo Leite, gerente do Empório Bem Estar, de portas abertas desde 2013, em Guarulhos, acredita que o ideal é começar aos poucos. “Quando tentamos uma dieta muito radical, ela não avança, pois nosso organismo, acostumado por anos com uma alimentação desregrada, não aguenta o impacto. Por isso, a primeira dica é acrescentar, de forma gradual, os produtos saudáveis nas refeições do dia a dia. Em três anos de empresa, vejo a saúde dos clientes sendo beneficiada o tempo todo, incluindo aí melhora nos níveis de colesterol e diabetes, diminuição de gordura corporal e até fim de alergias respiratórias e enxaqueca. Além disso, tenho levado essa nova realidade para minha família também, com minha esposa e filhas”.

Na loja, é possível encontrar uma infinidade de produtos, entre eles farináceos, como farinha de berinjela, maracujá, banana verde e aveia, sementes, castanha-do-Pará, caju, amendoim, frutas, pasta de amendoim, macarrão de arroz e macarrão integral, cereais matinais, mel, suplementos para atletas a granel, vinagre de maçã, maca peruana, salgados veganos, pão sem glúten e muito mais.

Cereais e seus benefícios

Para Jessica Pedron Mascarenhas, que atua com vendas no Empório dos Cereais e Integrais, estabelecimento que nasceu em 2007 pela demanda de produtos desse tipo que surgiu na cidade, uma alimentação natural proporciona mais saúde, resistência, força, vigor e até capacidade intelectual. “Trabalhamos com aveia, chia, linhaça, frutas, uma grande variedade de castanhas, chás naturais, encapsulados, como ômega-3, e vitaminas, além de produtos para academia e estética em geral. Outra opção muito buscada é o óleo de coco extravirgem, que pode substituir o de cozinha; ele age como anti-bactericida, melhora a saúde cardiovascular, reduz o colesterol ruim e ainda pode ser usado para hidratar o cabelo e o corpo e até como demaquilante. Temos também goji berry, que contém grande quantidade de vitamina C, aumentando a imunidade, e cranberry, ótima para tratar infecções urinárias”.

Cuidando da saúde

Douglas Melatto, engenheiro e proprietário da unidade Mundo Verde do Bosque Maia, optou pela área, em 2013, como uma forma de continuar sua carreira com soluções feitas para cuidar de pessoas. “Trabalhei, durante 30 anos, fabricando produtos cardíacos, como marca-passos, válvulas cardíacas, cateteres e neuroestimuladores, com contato direto com o paciente, vendo a evolução dos casos e a esperança das pessoas, e, depois de me aposentar, encontrei na franquia uma proposta interessante de investimento, com retorno que vai além do financeiro. Ela me possibilita ofertar uma gama variada de produtos, não somente para quem tem algum tipo de restrição alimentar, mas também para quem quer prevenir doenças e investir em uma vida mais saudável”. Dentre as opções do local, estão os artigos sem glúten ou lactose, orgânicos e itens voltados para vegetarianos e veganos, além da novidade Linha Mundo Verde Seleção, com cápsulas, alimentos funcionais e suplementos alimentares. “Uma alimentação equilibrada favorece a redução e a manutenção do peso corporal, assim como a prevenção dos variados tipos de doenças, promovendo melhor qualidade de vida. Além dos alimentos do dia a dia, como frutas, verduras, cereais, alguns outros que oferecemos são muito importantes para a promoção da saúde”, complementa Ingrid Linhares, nutricionista do espaço.

Naturalmente gostoso

Há alguns anos, quem buscava uma vida mais saudável tinha grande dificuldade em encontrar produtos prontos, de qualidade, gostosos e com a garantia da utilização de ingredientes permitidos em sua dieta ou fora de suas restrições alimentares; mas a boa notícia é que isso vem mudando. A empresária Ana Maria Sanches, mesmo, começou seu negócio por uma necessidade. “Casada, com cinco filhos e um neto, descobri ser a única da família com intolerância a glúten e lactose. […] Pesquisava receitas na internet e fazia por conta, principalmente as coisas de que gostava e esses quitutes começaram a agradar até a minha filha e suas amigas, que faziam academia. Percebendo essa aceitação, comecei a pensar que não havia nada em Guarulhos que oferecesse opções de alimentos sem essas substâncias e criei a Bolo do Bem”. Na casa, especializada em bolos caseiros que não levam farinha de trigo nem leite de vaca, é possível saborear mais de dez opções da delícia, como laranja, fubá com calda de goiaba, milho e cenoura com calda de chocolate belga, além de brownie, rocamboles, cafés gourmets, acompanhados ou não com leite de amêndoas ou castanha de caju, e produtos para festas, sob encomenda.

Saudável na marmita

Para Roberta Mendes Nifoci, nutricionista que trabalha com a produção de marmitas fit ou personalizadas e coffee break, a tecnologia trouxe os alimentos processados e, junto com esse consumo descontrolado, o aumento das doenças crônicas. “Existe um interesse em reverter esse quadro e essa busca por qualidade de vida tem feito muita gente mudar sua relação com a comida”. Ela, que oferece refeições balanceadas, com proteínas magras, carboidratos integrais, legumes e verduras, acredita que essa opção é vantajosa por sua praticidade e preço. “Diariamente, a maioria das pessoas alimenta-se fora de casa e acaba caindo na armadilha de comer correndo ou nos fast foods da vida. Somados a isso estão o alto custo dos restaurantes e a falta de tempo para preparar o próprio alimento. Então, com a facilidade da marmita, você consegue manter uma boa alimentação e tem menos chances de fazer escolhas erradas”.

Delícias integrais

Patricia Peres Santil, publicitária, proprietária da empresa Viva Mais Integrais, que trabalha com panificação artesanal de produtos 100% integrais, como bolos, pães e massas, e a elaboração de lancheiras saudáveis, ressalta que é importante conscientizar a família toda sobre os benefícios de comer bem, incluindo aí as crianças, pois essa não é uma questão só de aparência e, sim, de saúde. “Há cinco anos, sentimos a necessidade de mudar o estilo de vida aqui de casa. Com dois filhos pequenos, a preocupação com a alimentação aumentou e comecei a desenvolver receitas integrais, com baixo teor calórico e a inserção de frutas, grãos e castanhas, mas sem perder o sabor. Os amigos provaram e começaram os pedidos, e assim, o negócio foi crescendo”, conta.

Cura alternativa

Quem nunca usou hortelã, erva doce, gengibre ou então os famosos chazinhos da vovó para curar algum problema? Pois essa é a ideia dos fitoterápicos, medicamentos que têm sua origem em elementos vegetais e que são devidamente processados e regulamentados no País pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Leila Maluli, farmacêutica e proprietária da Guarucentro, drogaria convencional e farmácia de manipulação já tradicional na cidade, com 30 anos de funcionamento, acredita que os remédios naturais não são uma aposta e sim uma tendência que vai ao encontro da busca por qualidade de vida. “Apesar de serem naturais, a orientação é imprescindível e só um profissional da área pode receitar esse compostos. Além disso, é preciso ressaltar que eles não substituem nenhum tratamento convencional já receitado pelo médico. Na verdade, os dois métodos podem e devem atuar juntos”. Outra opção interessante, segundo ela, é a possibilidade de manipular produtos para quem tem alergias específicas. “Temos uma linha de itens para manipulação com substâncias pouco alérgenas. Para uma pessoa alérgica a corantes ou conservantes, por exemplo, temos como preparar uma cápsula sem corante ou lactose, um xampu sem conservantes ou até cosméticos sem nenhuma essência para os alérgicos a perfumes em geral. Então é um serviço personalizado, que atende as necessidades do cliente de forma individualizada”.

Além do tradicional

Márcia Feroldi Baakilini, farmacêutica e diretora e sócia da Farmácia Violeta, empresa especializada em manipulação com mais de 20 anos, é enfática ao afirmar que a medicina tradicional do Brasil não consegue mais satisfazer o anseio das pessoas em ter saúde física, mental e emocional e, compreendendo essa dinâmica, é mais fácil entender a importância da busca por uma vida mais equilibrada e natural. Nesse contexto, ela indica duas possibilidades de tratamento altamente recomendadas: os chás e a homeopatia. “Estamos na era de redução do consumo de derivados do leite e refrigerantes. Hoje temos leite, chocolate e alimentos sem lactose, pois as pessoas têm descoberto suas intolerâncias. Com relação aos refrigerantes, a população está cada vez mais ciente do quanto o excesso de açúcar e ácidos é prejudicial. Sendo assim, os chás são uma ótima alternativa, seguidos dos sucos naturais”.

Já sobre a homeopatia, ela explica que essa é uma técnica terapêutica que trata pelas semelhanças, por meio de microdoses da substância que, em doses elevadas, seria capaz de produzir o sintoma que se pretende combater. “Para tratar uma acidez de estômago, por exemplo, a homeopatia usaria um ácido, em quantidade bem pequena; diferente da alopatia, que trata pelo ‘oposto’ e usaria um antiácido”. Receitado pelo profissional médico ou um farmacêutico, ambos especializados na área, o recurso, que eleva a imunidade e suas defesas e reequilibra a energia vital, pode ser usado para problemas do trato digestivo como má digestão, azia, gastrite; trato respiratório, infecções de garganta e urinárias, cálculos renais, dores e algumas inflamações.

 

Bolo do Bem
Rua Josephina Mandotti, 78
Tel.: 2600-3831
www.facebook.com/bolodobemlegitimo

Empório Bem Estar
Rua Arminda de Lima, 204, Centro
Tel.: 2404-2082
www.facebook.com/Bemestaremporio

Empório dos Cereais e Integrais
Loja 01 – Rua João Gonçalves, 580, Centro
Tel.: 2409-3456
Loja 02 – Rua Luiz Gama, 44, Centro
Tel.: 2600-8125

Farmácia Violeta
Rua Treze de Maio, 58,
vila Galvão
Tel.: 2453-6666
www.farmaciavioleta.com.br

Mundo Verde – Extra Bosque Maia
Av. Salgado Filho, 1.301
Loja 15, Centro
Tel.: 2229-0851

Roberta Nifoci nutricionista
Marmitas fit
Tel.: 2421-2578 / 98099-4553

Guarucentro
Unidade 1 – Avenida Timóteo Penteado, 146 e avenida Esperança, 403, Centro
Tel.: 2461-1005
Unidade 2 – R. Sete de Setembro, 252, Centro
Tel.: 2442-9429
www.guarucentro.com.br

Viva Mais Integrais
Tel. 99195-4383
www.facebook.com/vivamaisintegrais

 

Quer ler outras matérias da edição 325 da Revista Weekend? Acesse!