Falso médico é preso em Guarulhos por aplicar silicone industrial em mulheres

Uma das vítimas ficou em coma e outra terá que amputar a perna após receber a injeção do produto

Foi preso ontem (20) em Guarulhos, Patrick Galvão Matos Ferreira, de 35 anos, ele se passava por médico e aplicava silicone industrial em mulheres.
Patrick foi autuado em flagrante por policiais civis quando se preparava pra aplicar o silicone em mais uma vítima. Ele foi indiciado por exercício ilegal da medicina, lesão corporal, falsificação de documentos e adulteração de produtos terapêuticos.
Segundo informações da Folha de São Paulo, a Polícia Civil disse que “uma das vítimas chegou a ser hospitalizada e ficou em estado de coma, com embolia pulmonar, após a colocação de silicone na região dos glúteos, tendo alta hospitalar após 18 dias de internação.
Em outra vítima, o falso médico aplicou o silicone industrial em uma das pernas “razão pela qual será necessária uma intervenção cirúrgica, já que está em estado de necrose”, acrescentou a polícia. As aplicações custavam entre R$1200 e R$1500. Mulheres e travestis procuravam o serviço.