“Família Acolhedora” busca interessados em participar do programa

A Prefeitura de Guarulhos busca famílias interessadas em participar do programa “Família Acolhedora”, cujo objetivo é viabilizar às crianças afastadas do núcleo familiar por medida judicial protetiva, a continuidade da convivência familiar em um ambiente sadio e de caráter provisório, já que o intuito do serviço é o retorno da criança à sua família de origem ou encaminhamento à família adotiva.

No próximo dia 10 de junho, as instituições parceiras da Prefeitura –  Instituto Forte e Casa Amor ao Próximo – que desenvolvem o programa, irão ministrar palestra de orientação e informações sobre o programa em dois horários: 15h e 19h, na rua Josefina, 215, Vila Progresso. Interessados podem se inscrever pelos telefones 4803-6121 e 4574-3727.

Coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (SDAS), o serviço é oferecido a crianças de zero a dois anos e serve como alternativa ao acolhimento institucional, ofertando aos contemplados amparo, aceitação, amor e a possibilidade de convivência familiar e comunitária, a fim de estimular o seu desenvolvimento.

Trata-se um programa implantado também em outros municípios como São Paulo, Campinas, Piracicaba, Santos, entre outros. Em Guarulhos, duas famílias participam do programa. Outras cinco foram capacitadas e em breve também estarão acolhendo crianças.

Como funciona?

Para participar do “Família Acolhedora” é fundamental ter disponibilidade afetiva e emocional, uma vez que as crianças nesta faixa etária precisam de carinho e atenção. Os interessados não podem estar inscritos no Cadastro Nacional de Adoção, nem ter interesse em adoção, pois a proposta é reintegrar a criança à sua família de origem ao término do programa. 

Outros requisitos necessários são: ser maior de 21 anos e morar no município. O interessado será avaliado e receberá capacitação sobre o serviço. Caso seja selecionada, a pessoa receberá acompanhamento da equipe técnica do Serviço de Acolhimento da Prefeitura. Cada família pode acolher apenas uma criança, a não ser quando se tratar de grupo de irmãos. Há um termo de adesão das famílias ao serviço, bem como guarda provisória expedida pela Vara da Infância e Adolescência.

Serviço:

Programa “Família Acolhedora” – palestra com orientações

  • Dia 10 de junho, 15 e 19 horas
  • Local: rua Josefina, 215, Vila Progresso.
  • Inscrições: telefones 4803-6121 e 4574-3727