Os fãs de Crônicas de Gelo e Fogo, série escrita por George R.R. Martin, receberam no mês de novembro, um tira gosto para matar a saudade de Westeros, afinal, esses aguardam ansiosamente o lançamento do sexto volume da saga, que parece que nunca será concluída pelo seu autor.

A Companhia das Letras lançou Fogo & Sangue, o primeiro volume de uma saga que traz a trama completa da Casa Targaryen, desde a conquista que unificou Westeros por três séculos até a queda do clã, após a rebelião de Robert Baratheon.

Com um acabamento caprichado, a obra contém 75 ilustrações assinadas pelo artista Doug Wheatley, que saltam aos olhos quando vistas. O primeiro volume da saga conta da conquista dos sete reinos até o evento conhecido como A Dança dos Dragões, uma guerra civil que quase deu fim à dinastia da lendária casa.

A escrita de Martin, como sempre, é agradável. A história é contada como se fossem registros feitos por um arquimestre. A boa sacada, no entanto, apesar de inovadora, deixa a trama um pouco truncada demais. Substituindo a ação, cenas marcantes e um show de descrição de cenários e objetos, por muito falatório.

Para quem gosta do mundo de Westeros é uma leitura indispensável pelo seu valor histórico, mas não pense que estará diante de uma sequência de cenas fascinantes repletas de reviravoltas que faz você pensar, imaginar e querer saber como tudo aquilo vai se desenrolar imergindo em cada cena na visão de um dos personagens, como é feito nos livros das Crônicas de Gelo e Fogo. É somente um livro de história sobre uma das casas mais intrigante de toda a obra.