Grupo protesta contra o valor da passagem de ônibus

Manisfestantes percorreram as ruas do Centro de Guarulhos - Foto: Elisângela Martins/Divulgação

Um grupo de manifestantes, formado por membros Movimento Passe Livre Guarulhos, Frente Povo Sem Medo, MTST e Simpro Guarulhos, se reuniu no fim da tarde desta terça-feira, 12, em frente à Igreja matriz, e saiu em marcha pelas ruas do Centro, protestando contra o valor da passagem de ônibus, que foi reajustado para R$ 4,70 no dia 2 de fevereiro. O protesto teve duração de 1 hora e terminou em frente à Câmara Municipal, onde a Comissão de Transporte da cidade estava reunida, de portas fechadas, e, segundo os manifestantes, não atendeu ao pedido de reunião com uma comissão de lideranças.

Para Zelidio Barbosa, coordenador estadual do MTST, “Guarulhos parou para dizer que a tarifa de ônibus a R$ 4 70 não dá. Por isso estudantes, trabalhadores e trabalhadoras tomaram as ruas para cobrar do poder público, do prefeito e dos vereadores da cidade, a abertura de um canal de diálogo com a Comissão de Transporte da cidade, para quem pretendíamos entregar um ‘manifesto da população guarulhense’, cujo conteúdo expressa que ‘R$ 4,70 não cabe no bolso do povo, que sofre com a frota mais antiga e a passagem de ônibus mais cara do Estado de São Paulo.’”.

Segundo os organizadores, o protesto reuniu 400 pessoas.