Guarulhense Michele Barbosa fará apresentação no teatro Bibi Ferreira, em maio

Por Tamiris Monteiro

É com muito prazer que escrevemos uma matéria da Michele Barbosa. Afinal, foi jornalista na Carleto Editorial, produziu inúmeras pautas para a Revista Weekend e é gente boníssima, da melhor qualidade. Na Redação sempre nos fez rir com suas histórias divertidas e seu jeito engraçado. Não à toa, seu talento para a comédia a tem levado longe. Criadora do canal “Você Não É Todo Mundo”, no YouTube, ela se tornou conhecida por contar em seus vídeos gafes, perrengues e situações do dia a dia. Tudo contado sempre com muito bom humor.

Embora o canal exista há bastante tempo, foi um vídeo no Facebook que levou Michele para o mundo dos influenciadores digitais. Na gravação, ela compartilhou com seus seguidores tudo que deu errado em seu primeiro dia de trabalho em um novo emprego e a exibição viralizou. Também recebeu o apelido de capivara pelas caras e bocas que faz e por mencionar o animal em seus vídeos, sua marca registrada.

E é por capivara que ela trata carinhosamente seus seguidores. “Quando vi, já tinha gente reconhecendo-me nos lugares, chamando pelo apelido capivara”, conta. Pessoas de vários lugares comunicam-se com Michele, que faz questão de responder as mensagens que recebe. “Sou muito grata por tudo. Então, quero tentar retribuir todo esse carinho”.

Da internet ao teatro

Tudo começou quando Michele, ao final de uma entrevista de emprego, abraçou a psicóloga que a entrevistara.  Indignada e, querendo desabafar, gravou um vídeo relatando a situação. Teve boa repercussão, mas o vídeo de seu primeiro dia de trabalho em uma produtora foi o que teve sucesso inesperado. “Os colegas da empresa me convidaram para almoçar em um bar. Eu questionei a higiene do local; depois de tanto falar, descobri que o estabelecimento em questão era do pai de uma das meninas que estavam comigo. Enquanto eu falava que parecia sem limpeza, ela rebatia dizendo que não, então perguntei como que estava certa disso e foi aí que ela contou ‘é do meu pai’. Fiquei péssima, né? Depois eu pedi desculpas”.

Michele gravou um vídeo contando a situação e bombou nas redes sociais. Na mesma semana, aconteceu uma série de outros desastres e ela contou tudo em sua fanpage.
Agora, a jornalista poderá ter o tão esperado contato com seus seguidores, em maio, no teatro Bibi Ferreira.

Lá ela interagirá com o público e relatará, com vídeos e depoimentos, tudo o que acontece de errado em sua vida, mas, claro, com seu jeito desastrado e cômico. “Não é dramaturgia. Quero reunir todo mundo para contar tudo que já aconteceu de bizarro comigo. Não sou uma personagem: é vida real. Pode acreditar”, afirma Michele.

Serviço:

Local: teatro Bibi Ferreira
Av. Brigadeiro Luís Antônio, 931 – Bela Vista, São Paulo
Preço: a partir de R$ 30
Venda de ingressos: www.ingressorapido.com.br
Datas: 5, 12, 19 e 26 de maio.
Horário:18h45