Por Tamiris Monteiro
Foto: Rafael Almeida

Guarulhos não se destaca apenas por ser a segunda cidade mais populosa do Estado ou por abrigar o aeroporto mais movimentado da América Latina em número de passageiros transportados. O município também chama atenção quando o assunto são as áreas verdes espalhadas por sua extensão total de 318,67 km². O guarulhense pode até não perceber, mas, sim, por aqui existem muitos lugares em que a natureza é farta e abundante.

Lugares, inclusive, que os moradores desconhecem, como o Morro Nhangussu (imagem que ilustra a capa), também conhecido como Morrão do Água Azul, justamente por encontrar-se no bairro Água Azul. Um lugar lindo, de fácil acesso e com visual de 360 graus para uma cadeia de serras. O Marundito Pico Pelado é outro desses lugares que provavelmente as pessoas nunca tenham ouvido falar. Para se ter ideia da importância do local, o “Pico Pelado”, pela importância que tem, foi tombado pela Comissão Brasileira de Sítios Geológicos e Paleobiológicos para ser preservado como Sítio Geológico do Brasil e como Patrimônio Natural da Humanidade.

A título de curiosidade, o solo guarulhense encontra-se sob o domínio do Planalto Atlântico, onde estão presentes os seguintes tipos de relevos: várzeas, planícies aluviais, colinas, morros e serras. Sua área está inserida na Serra da Mantiqueira. Segundo especialistas, os ecossistemas da região proveem serviços de extrema importância para o equilíbrio da natureza, pois exercem função de corredor biológico para a rica biodiversidade da Cantareira.

Os parques mais populares, como Bosque Maia e “Lago dos Patos”, também entraram para a lista de espaços verdes, assim como alguns outros que figuram como coadjuvantes, mas com beleza e infraestrutura capazes de receber visitantes, como o Parque Estadual Cantareira (Núcleo Cabuçu), o Horto Floestal, o Parque Júlio Fracalanza e o Parque JB Maciel.

Enfim, as opções são inúmeras. Esperamos que depois de você, caro leitor, terminar de ler esta edição, não fique no marasmo ou sem opções de lazer, pois lugares para tirar uns minutinhos de descanso no meio da natureza não faltam.
Aproveite!