Guarulhos tem dois árbitros nacionais de Wushu, arte marcial chinesa

O Wushu, arte marcial chinesa que conta no Brasil com aproximadamente 220 mil participantes, passa a contar entre seus primeiros árbitros com dois guarulhenses.

De acordo com Marcus Vinicius Alves, presidente da Confederação Brasileira de Kung Fu Wushu (CBKW), 10% dos atletas são federados. A entidade administra o esporte em nível nacional e está presente em 25 estados através das Federações Estaduais.

Nos dias 21 a 23 de abril foi realizado pela CBKW o 3º Curso Nacional de Formação e Classificação de Árbitros 2017, dividido em quatro modalidades: Wushu Olímpico, Wushu tradicional, Wushu Interno e Sanda. Teve participação de 60 representantes das federações de vários estados. Entre os aprovados estão os guarulhenses Gaby Blume e Guilherme Santos, que participaram de três dias de intenso treinamento, acerca das regras nacionais e internacionais e são os primeiros árbitros de Guarulhos formados pela Confederação.

“Fizemos o curso para o departamento de Sanda, que foi ministrado pelo presidente da Confederação e pelo diretor do Departamento de Sanda, professor João Guedes. O curso conteve aulas expositivas teóricas, aulas práticas e vídeoaulas. É um curso complexo e intenso, mas necessário para o entendimento das particularidades da modalidade”  disse Gaby Blume. “Porém, o que mais nos chamou a atenção foi o aprendizado que vai além das regras, da parte técnica, pois professores e integrantes são exemplos de determinação, entrega e generosidade” completa.

Anualmente essas federações realizam seus campeonatos estaduais, classificatórios para o Campeonato Brasileiro, que em 2017 será realizado em Cuiabá (MT), em setembro. E em novembro teremos e Evento Internacional da Modalidade, 2nd Latin Wushu Cup, que terá a participação de 12 Países e 250 atletas.

Marcus Vinicius Alves informou que anualmente as federações estaduais realizam seus campeonatos, que são classificatórios para o Campeonato Brasileiro, que em 2017 será realizado em Cuiabá (MT), em setembro: “E em novembro teremos e Evento Internacional da Modalidade, 2nd Latin Wushu Cup, que terá a participação de 12 países e 250 atletas”.

“Estamos empenhados na organização desse evento internacional e estamos em negociação com empresas locais e com o poder público para tentar realizar o 2nd Latin Cup aqui em Guarulhos. Já estivemos em reunião com o secretário-adjunto municipal de Esportes, que demonstrou bastante interesse em sediar o evento, pois reconhece a importância de execução como ações integradas de esporte, lazer, cultura, turismo para uma cidade potencial como é Guarulhos”, explica Guilherme Santos.

Ele acrescenta que Wushu faz parte do Programa Oficial dos Jogos Asiáticos desde 1990. O maior desejo da International Wushu Federation (IWUF) era fazer com que as competições de Wushu fossem realizadas no mesmo palco dos outros esportes olímpicos, promovendo a diversidade da cultura olímpica. “Em 10 de dezembro de 2001, a IWUF apresentou a sua candidatura oficial ao International Olympic Committee – IOC. A aplicação da IWUF ganhou grande apoio do International Olympic Committee e o Wushu se tornou membro da família olímpica. Na ocasião, o IOC aprovou a realização de um Torneio de Wushu que seria realizado durante Jogos Olímpicos de Beijing 2008. Com a crescente demanda em atuações oficiais, precisamos de profissionais qualificados para a atuação em arbitragem na modalidade”, concluiu.