Por Tamiris Monteiro

Você provavelmente já deve ter escutado algo sobre inferno astral ou alguém reclamando que está vivendo um inferno astral, que geralmente significa dizer que está passando por uma fase ruim. Mas, afinal, será que isso existe mesmo? De acordo com a spiritual coach Dricca Rhiel, as pessoas chamam de inferno astral, o mês que antecede o aniversário, pois acreditam que nessa fase vivem momentos de desequilíbrio e dificuldades. “Porém, isso não tem nenhum fundamento segundo a astrologia. Muito pelo contrário, podemos viver coisas ótimas nesse período”, afirma a profissional.

Ao que tudo indica, o inferno astral é uma invenção do século XX e, de fato, não há registros do termo na literatura astrológica. Além de o assunto inexistir dentro da astrologia, não há nada que comprove uma possível negatividade um mês antes do aniversário. Na verdade, acredita-se que essa ideia nasceu de uma errada análise de que esse período deveria ser conturbado, já que é o encerramento de um ciclo.

“Uma carta astrológica tem 12 aspectos ou casas. Um mês antes do aniversário, o Sol transita pela décima segunda casa de nosso mapa. Esse movimento está associado ao fim de um ciclo e, nesse período, o Sol está mais recolhido. Talvez, isso seja atribuído ao nosso inconsciente ou aquilo que desconhecemos. Digo que aquilo que você acredita torna-se verdade; então, meu conselho é não se deixar levar por crenças infundadas, pois quando muitas pessoas pensam da mesma forma, cria-se um campo de energia através da afinidade, podendo trazer realmente o inferno astral para sua vida”, esclarece.

Embora o inferno astral esteja mais relacionado ao imaginário popular, não há como negar que alguns períodos são bem complicados e carregados de chateações, mas para a spiritual coach dá para se resguardar das baixas energias, fazendo um mapa astral. “Quando as pessoas fazem seu mapa natal (mapa do céu na data do seu nascimento) ficam sabendo de suas qualidades latentes e também de seus possíveis desafios no decorrer da vida. Mas todo ano, no dia do aniversário, uma nova configuração planetária é formada e isso depende inclusive do local ou país onde a pessoa decide passar seu aniversário, provocando novas posições de planetas, chamados de trânsitos, com aspectos que fluem bem ou favoráveis e outros que trazem conflitos. Portanto, não precisamos temer esse período de um mês antes do aniversário. Ao entender o mapa da revolução astral (mapa do céu no dia do seu aniversário), você ficará alerta sobre os períodos mais tensos do ano e o que fazer para suavizá-los, independentemente do mês em que ocorrerão. O autoconhecimento é o melhor caminho para combater o sofrimento e os períodos de tensão”, explica Dricca.

Dricca-Rhiel

Qual a importância do aniversário para a astrologia?

Para a spiritual coach, nossa vida é feita de ritos de passagem e o aniversário, talvez, seja o mais importante deles. “É um momento que podemos deixar o velho para trás e, por meio do aprendizado, trocarmos de roupa. Na astrologia significa o retorno do Sol ao ponto em que ele estava no dia do nascimento. É quando o Astro Rei, mais uma vez, completa seu ciclo, oferecendo outras oportunidades em cada área de sua vida, promovendo novas emoções, lições e relações que somarão ao autoconhecimento. O aniversário, ou Revolução Solar, é um dia para ser celebrado. Nessa data, seu alinhamento energético está em sintonia com o divino, ou seja, há uma harmonia maior entre corpo, mente e espírito. Então, aproveite a chance e faça seus pedidos para o novo ciclo que se inicia”, ressalta.

Inferno x Inverno Astral

De acordo com Dricca, o termo inverno astral é mais apropriado para explicar o período que antecede o aniversário. “No inverno refletimos mais sobre nossas ações e fazemos planos para a nova fase que está prestes a surgir. No recolhimento, escolhemos quais sementes queremos plantar, ou seja, selecionamos o que serve e o que será descartado. Quando entendemos os períodos da vida, não lutamos mais contra a natureza e, dessa maneira, tiramos o melhor que ela nos dá. Assim é a vida, feita de ciclos. Existe tempo de colher, de plantar e de semear. Nosso inverno astral é tempo de selecionar e gerar o que será plantado para o próximo ano. Tudo é uma questão de adaptabilidade ao momento. Portanto, aproveite seu inverno para meditar e guardar energia”, pontua.

Um viva ao paraíso astral

O paraíso astral é tido como o período de maior contentamento e realização. Ele está associado à quinta casa astrológica ou o quinto mês após o nosso aniversário. “A casa cinco se refere ao prazer, namoro, amor e à diversão. Porém, como mencionei anteriormente, tudo isso depende dos trânsitos dos planetas e dos aspectos que eles fazem nessa área de sua vida em determinado ano. Mas, sem dúvida, é um momento para brilhar, ser criativo, investir em hobbies e exercer seus talentos”, avalia.