João de Deus sacou R$ 35 milhões de contas e aplicações, confirma MP

O médium João de Deus em Abadiânia - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério Público (MP) do Estado de Goiás confirmou neste domingo, (16), a informação de que o médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, retirou R$ 35 milhões de contas e aplicações financeiras após as primeiras denúncias de abuso sexual. A informação acelerou a decretação da prisão preventiva do médium, que se apresentou hoje a polícia.

João de Deus chega à Casa Dom Inácio Loyola, em Abadiânia
João de Deus em Abadiânia – Marcelo Camargo/Arquivo/Agência Brasil

Na sexta-feira (14), o Tribunal de Justiça de Goiás acatou o pedido do Ministério Público de Goiás (MP-GO) e determinou a prisão do médium goiano.

As denúncias contra João de Deus começaram a vir a público no dia 7, quando a mídia divulgou as primeiras denúncias de abuso sexual. A partir daí, outras mulheres que afirmam ser vítimas do médium começaram a procurar as autoridades e a imprensa.

*Com informações da Agência Brasil