Jorge Wilson não deve ser candidato a prefeito

A análise é de um atento observador da cena política guarulhense e nacional.

Apesar de juntar diversos pontos positivos que, à primeira vista, apontam que Jorge Wilson (PRB) não teria motivo para não disputar a Prefeitura de Guarulhos, há quem aposte que ele está apenas se articulando para estruturar o partido na cidade e ajudar a montar a legenda por todo o Estado.

Ele foi eleito pela primeira vez deputado estadual, com mais de 180 mil votos, do quais 40 e tantos mil em Guarulhos, após ter perdido diversas vezes que tentou eleger-se vereador.

Dois fatores foram fundamentais: a parceria com Celso Russomano, que foi campeão de votos para deputado federal, e a forte exposição na mídia, onde consagrou-se com Xerife do Consumidor, na TV Record. O papel de justiceiro lhe caiu bem e ele conseguiu multiplicar sua votação, pois já fizera dobrada com Russomano antes, sem êxito.

Sendo Celso Russomano candidato forte a prefeito da Capital, Jorge Wilson poderia ser beneficiado com reflexo positivo do número 10 do companheiro se disputasse a Prefeitura de Guarulhos. No horário eleitoral, Celso poderia até dar um alô ao eleitorado guarulhense de vez em quando, para ajudar o parceiro.

Um detalhe que muita gente não parou para pensar é que Russomano terá de ser afastar por 90 dias do programa de TV e alguém terá de substituí-lo. Nada mais indicado do que Jorge Wilson. Porém, se o Xerife for candidato em Guarulhos, não poderá estar no comando do programa. Sem os dois, ao mesmo tempo, a Record como fica?

Portanto, o mais provável é que, contrariando a torcida dos pré-candidatos à vereança pelo partido, Jorge Wilson não deve ser candidato a prefeito de Guarulhos em 2016. Até porque é positivo para Celso Russomano que o Xerife esteja na Record, pois isso reforçará a candidatura do deputado federal à Prefeitura de São Paulo.

No ano que vem, a gente confere se a análise está correta.

Valdir Carleto