Jornal Valor Econômico aponta melhora no rating do Brasil

Matéria assinada por Lucas Hirata, publicada pelo jornal Valor Econômico de 16.01, aponta melhora na classificação de risco do Brasil para investimentos estrangeiros no País, desde a eleição presidencial de 2018.

Essa classificação é uma espécie de seguro contra calote. Segundo o jornal, o risco representado pelo Brasil é considerado moderado pelas agências de rating. Umas apontam o índice “BB-“, com perspectiva estável, e outras, “Ba2”. Na projeção para cinco anos, o Credit Default Swap, o risco-país seria compatível com “BB” ou “BB+”.

Ressalta, entretanto, que para que esse otimismo do mercado se mantenha, é preciso que haja ações concretas do novo governo. Cita fala de Carlos Kawall, economista-chefe do banco Safra: “A reforma da Previdência é condição necessária para melhora do rating, mas não é suficiente”.

A íntegra da matéria está em no link https://www.valor.com.br/financas/6066105/mercado-antecipa-melhora-da-classificacao-de-risco-do-brasil