Jovens de comunidades fazem intervenção de ballet no Terminal 2 do Aeroporto

Apresentação das meninas, alunas do Instituto Assistencial Coliseu Boxe Center, aconteceu no Terminal 2 - Foto: Divulgação

Cerca de 2 milhões de crianças e adolescentes, entre 4 e 17 anos, em todo o Brasil, não estão matriculados em uma escola. A estatística mais recente publicada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) chama atenção e vai ao encontro do levantamento da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que revela que ainda há 5% de toda a população brasileira, na faixa dos 5 aos 13 anos, trabalhando para compor o orçamento familiar.

Baseado nesta realidade, em 12 de junho, é instituído o Dia Mundial do Combate ao Trabalho Infantil. Em apoio à conscientização sobre o tema, o GRU Airport – Aeroporto Internacional de Guarulhos/São Paulo promoveu nesta quarta-feira, 12, a intervenção de ballet “Sinfonia das Cores”. Um grupo de 15 meninas, com idade entre 7 e 12 anos, alunas do Instituto Assistencial Coliseu Boxe Center, fez apresentação gratuita para os visitantes e passageiros na área pública do Terminal 2, próximo ao corredor conector com o Terminal 3.

Coreografado por Simone Soares, o espetáculo foi dividido em quatro partes, explorando os estilos de ballet moderno, clássico e jazz, com passos animados, marcados por quatro canções distintas: “Happy-go-Lucky”, de Patrick Thomas Hawes, para a coreografia de abertura “Arco Íris”; “Som do Céu”, de Danilo Quintão, na dança “Águas”; “Singin’ in the Rain”, de Gene Kelly, para a terceira dança “Chuva” e, por último, uma versão instrumental de “Hallelujah”, do trio alemão Piano Violin Cello, trilha sonora  da coreografia de encerramento “Tributo”.

Meninas, com idade entre 7 e 12 anos, são alunas do Instituto Assistencial Coliseu Boxe Center – Foto: Divulgação

As jovens bailarinas são moradoras de bairros periféricos de Guarulhos e, como alunas do Coliseu Boxe Center, recebem acompanhamento social e psicológico, podendo participar de atividades socioeducativas, esportivas e de artes, incluindo as aulas de ballet, que acontecem duas vezes por semana. Toda a programação é gratuita e contribui para a promoção do desenvolvimento social o e fortalecimento do vínculo familiar.

O GRU Airport e o instituto são parceiros desde 2015. A relação já proporcionou a ampliação do prédio e adaptação com recursos de acessibilidade. A iniciativa faz parte do compromisso de responsabilidade social que o Aeroporto Internacional de São Paulo assumiu com as comunidades próximas à zona aeroportuária dos terminais. Somente no Coliseu Boxe Center, são quase 400 crianças e adolescentes assistidos.

Além disso, uma das intenções com a apresentação dos jovens assistidos pelo projeto é levar o público à conscientização da importância de incentivar ações socioeducativas e culturais, ao invés de doações isoladas, por exemplo, por meio de esmolas.